Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Abner Luiz

Ex-atleta de futebol, publicitário, radialista, jornalista, pós-graduado em Marketing pela FGV e jornalista esportivo no Pará há mais de 20 anos. Fez duas coberturas de Copa do Mundo.

Mudaram de lado

Abner Luiz

Os pais dos jogadores Curuá, volante do Clube do Remo, e do atacante do Paysandu, Danrlei, tiveram que mudar de clube do coração. Os dois torciam pelos clubes rivais que hoje seus filhos defendem e usam até as camisas dos filhos. São motivo de encarnação em suas cidades, mas segundo os filhos, levam na esportiva. Claro que não é a primeira vez que isso ocorre, mas é algo novo e revelado no atual momento nas duas equipes. 

Começo muito bom

A vitória, que era merecida não veio, mas o futebol jogado buscando ficar com a bola e jogando para frente, empolga o torcedor bicolor nesse início de Série C do Paysandu. O jogo contra o ABC, em Natal, tranquiliza o torcedor até o momento de como o time deve se comportar amanhã contra o Mirassol. Que a pontaria que faltou contra o ABC não volte a ocorrer em SP. O Paysandu tem 4 pontos em seis disputados até o momento. 

Falta arrumar o meio 

Quando o Bonamigo tiver todos os jogadores do meio campo, clinicamente bem e em condições físicas ideais, a chance de acertar o time do Remo para a Série C será grande. Aí vai depender somente do desempenho dos atletas em campo. Até o momento, só conseguiu o Bonamigo, principalmente nos meias de ligação, foi quebrar galho com jogador em condição meia boca. A escalação do Erick Flores, vindo de lesão, foi assim contra o Cruzeiro. 

Apito final

Paysandu nada de economizar para buscar a vaga na Série B. Time não voltou para Belém, com a diretoria bancando a estada por mais tempo em São Paulo. Vacas gordas por lá. 

Curuá que virou titular absoluto no meio campo do Remo ainda mora nas dependências do Baenão. Seus procuradores negociam com o clube a sua renovação de contrato. 

Quem culpou o goleiro Thiago pelo gol sofrido contra o ABC precisa calçar luvas e ir para o gol um dia. Claramente o goleiro estava sem proteção. Assim vai queimar o goleiro sempre. 

Não existe saudade nos clubes Remo e Paysandu de salários atrasados. Até os prêmios prometidos são gordos. O Paysandu pagaria R$ 600 mil pelo título paraense. O Remo pagou R$ 150 mil.

 

 

Abner Luiz
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM ABNER LUIZ