Missa de encerramento do Círio 2020 tem grande participação de fiéis

Muitos foram à Praça Santuário, mas não puderam acompanhar cerimônia do retorno ao Glória por causa dos protocolos contra a covid-19

João Paulo Jussara

Um dos momentos mais marcantes e emocionantes do Círio de Nazaré, o retorno da imagem original da padroeira dos paraenses ao Glória da Basílica Santuário, o ponto mais elevado do altar-mor da igreja, ocorreu, pela primeira vez, com restrições de público por conta da pandemia de covid-19. Mesmo com as limitações, o encerramento da festividade nazarena, na manhã desta segunda-feira (26), após 15 dias de homenagens, foi marcado pela emoção dos devotos, que tiveram a oportunidade de se despedir do Círio de número 228.

LEIA MAIS:
-
 'Foi o povo quem quebrou os protocolos no Círio de 2020. Quase fui às ruas', diz Arcebispo
Coordenador da Diretoria da Festa de Nazaré é diagnosticado com covid-19
Veja o que abre e fecha durante o feriado da segunda-feira do Recírio
Fiéis foram surpreendidos por projeções na fachada da Basílica

Desde a madrugada, dezenas de fiéis já aguardavam a abertura do portão da Basílica Santuário para prestarem suas homenagens à Nossa Senhora de Nazaré no encerramento do Círio 2020. No entanto, nem todos puderam entrar na igreja, devido aos protocolos de segurança adotados frente à pandemia. No interior da Basílica, era permitido somente duas pessoas por assento, com um distanciamento de pelo menos 1,5 metro, e uso obrigatório de máscara. Muitos fiéis acabaram ficando do lado de fora da igreja, acompanhando a cerimônia da Praça Santuário.

Movimento do lado de fora começou ainda de madrugada (Igor Mota / O Liberal)

Antes da subida da imagem original de Nossa Senhora de Nazaré, encontrada pelo caboclo Plácido de Souza em 1700, ao Glória, os devotos entoavam cânticos em homenagem à padroeira do povo paraense.

"Mãe de Nazaré, Ave Maria cheia de graça, luz que nos guia, intercede por nós, porém livrai-nos desta pandemia", pediam os fiéis em uma das canções. Muitos também rezavam e agradeciam pelas graças alcançadas e pelos livramentos do ano de 2020, que ficou marcado pelo enfrentamento ao novo coronavírus.

Antes da subida ao altar, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, apresentou a imagem de Nossa Senhora de Nazaré aos fiéis, que, emocionados, fizeram suas saudações.

Dom Taveira conduz a cerimônia do Recírio (Igor Mota / O Liberal)

"Façamos o pedido de que Maria passe na frente. E o pedido sincero de que essa fase tão difícil possa ser superada. Contamos com a intercessão de Nossa Senhora", disse o arcebispo antes de entregar a imagem para que fosse conduzida ao Glória.

Às 6h30, a imagem já estava no altar-mor da igreja, que foi iluminado. Em seguida, às 7h, Dom Alberto Taveira Corrêa iniciou a Santa Missa, seguindo todos os protocolos indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Imagem original volta esta segunda ao altar-mor do Glória (Igor Mota / O Liberal)

Logo após a missa, às 8h30, a Diretoria da Festa de Nazaré (DFN) concederá uma entrevista coletiva para apresentar o balanço da festividade deste ano. Toda a programação da manhã do Recírio está sendo transmitida, ao vivo, pela TV Nazaré (canal 30), pelo canal no Youtube Tv Círio (youtube.com/TVCirio) e pelo canal no YouTube da Basílica Santuário.

Cerimônia é transmitida por canais da Arquidiocese (Igor Mota / O Liberal)
Círio
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!