Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

VÍDEO: PM algema homem, arranca com moto e o obriga a correr ao lado; imagens causaram revolta

Em nota, a Polícia Militar relatou que instaurou um inquérito para apurar o caso e que repudia tal ato

O Liberal

Um vídeo divulgado nas redes sociais na terça-feira (30) vem gerando revolta entre os internautas por mostrar um homem algemado correndo atrás de uma moto conduzida por um policial militar. O caso aconteceu por volta das 15h, na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, na região da Vila Prudente, Zona Leste de São Paulo. As informações são do G1 São Paulo.

No registro, é possível ver um homem negro trajando uma calça e uma camisa de manga comprida algemado na traseira da moto do policial, que avança por meio da faixa de ciclista. Em dado momento, quem faz a gravação diz: "Olha aí, algemou e está andando igual um escravo", veja:

VEJA MAIS

VÍDEO: Influencer paraense é vítima de racismo dentro de loja em São Paulo Palloma Correa estava acompanhada de uma amiga quando sentiu que foi hostilizada por uma cliente

Policial admite ter atirado e matado amante do marido após descobrir traição A família da vítima afirmou saber do caso entre ela e o marido da policial. Uma testemunha revelou que a agente é formalmente investigada por homicídio doloso

Em nota, a Polícia Militar relatou que instaurou um inquérito para apurar o caso e que repudia tal ato. "A Polícia Militar, imediatamente após tomar ciência das imagens, determinou a instauração de um inquérito policial militar para apuração da conduta do referido policial e o seu afastamento do serviço operacional. A Polícia Militar repudia tal ato e reafirma o seu compromisso de proteger as pessoas, combater o crime e respeitar as leis, sendo implacável contra pontuais desvios de conduta", diz o comunicado.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL