Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Veja as regalias descobertas que levaram Sérgio Cabral e outros presos à prisão de segurança máxima

Após fiscalização, o ex-governador do Rio de Janeiro vai voltar ao Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu

O Liberal

Um fiscalização encontrou indícios de regalias na Unidade Prisional da Polícia Militar do Rio de Janeiro, onde estão presos o ex-governador do Estado, Sérgio Cabral, e outros nomes conhecidos, como o tenente-coronel Claudio Luiz de Oliveira, condenado a 36 anos de prisão pela morte da juíza Patricia Acioli, assassinada em 2011. A descoberta levou à decisão de transferir Cabral e outros detentos da mesma ala ao Complexo Penitenciário de Gericinó, um presídio de segurança máxima onde o ex-governador já esteve preso, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Eles serão transferidos nesta segunda (2). As informações são do Programa Fantástico.

VEJA MAIS

Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral completa cinco anos atrás das grades
Ele é acusado de crimes como corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa e evasão de divisas. As penas somam 393 anos.

Supremo anula delação premiada de Sérgio Cabral
Ex-governador do Rio está preso por corrupção desde novembro de 2016

Rio já teve 5 ex-governadores presos: Cabral, Garotinho, Rosinha, Pezão e Moreira
Sérgio Cabral Filho cumpre penas que, somadas, passam de 300 anos

Veja os itens encontrados nas celas do batalhão:

  • Celulares
  • Anabolizantes
  • Cigarros eletrônicos
  • Listas de encomendas a restaurantes (um dos pedidos custou mais de R$ 1.5 mil)
  • Sacola com dois celulares, mais de R$ 4 mil em dinheiro e vários cigarros de maconha
  • Enxoval personalizado com toalhas bordadas com o nome do ex-governador
  • O teto de todas as celas é revestido com isopor, usado para diminuir o calor

Defesa

De acordo com a defesa do ex-governador Sérgio Cabral, nenhuma irregularidade foi encontrada na cela dele e nenhum dos objetos apreendidos nas áreas comuns foi relacionado. A defesa também afirma que desconhece objetos encontrados fora da galeria dos oficiais.

Em relação ao tenente-coronel Claudio Luiz de Oliveira, a defesa afirma que nenhum dos materiais informados pela reportagem estavam na cela dele.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL