Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Secretaria proíbe consumo de peixes após surto ‘doença da urina preta’ em município vizinho ao Pará

Foram contabilizados 44 casos da doença no Estado

O Liberal

Na manhã desta quarta-feira (1), a secretaria estadual de Saúde do Amazonas pediu que a população suspendesse temporariamente o consumo de peixe por 15 dias, após o aumento significativo de casos da "doença da urina preta”.  A medida é voltada principalmente para os moradores de Itacoatiara, região com 34 infectados.  As informações são da CNN. 

VEJA MAIS

Confira as espécies de peixes que podem causar a doença da ‘urina preta’ Estudos apontam espécies de peixes que podem causar a síndrome de Haff que matou uma veterinária em Recife

Aumenta para 16 o número de contaminados com a ‘doença da urina preta’ no município vizinho ao Pará Até o momento 13 vítimas estão internadas com os sintomas da patologia

Até a última terça-feira (31), foram contabilizados 44 casos da doença, distribuídos em: 34, no município de Itacoatiara; quatro, em Silves;  dois, em Manaus; dois, em Parintins; um, em Caapiranga; um, na cidade de Autazes.

Veja quais peixes estão proibidos de serem consumidos:

-Pirapitinga
-Pacú 
-Tambaqui 

 

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL