Polícia diz que ‘Homem Pateta’ pode induzir crianças ao suicídio

Autoridades afirmam que pais precisam ficar atentos perfis sociais com o nome de Jonathan Galindo

Redação Integrada com informações de Crescer

Perfis em redes sociais com o nome de Jonathan Galindo, segundo a Polícia Civil de Santa Catarina, estão assustando crianças com mensagens de terror e que induziriam ao suicídio. A polícia, inclusive, divulgou um alerta para pais de crianças e adolescentes sobre o homem que faz montagem com o personagem Pateta, da Disney.

Os primeiros perfis têm postagens em espanhol, mas já há páginas em português. "Esses perfis têm poucas postagens e desafiam as pessoas a segui-los e enviar uma mensagem privada. Feito isso, é só esperar o retorno deles, que se dá através do envio de mensagens, vídeos, áudios ou até mesmo de uma ligação por vídeo ao vivo. O conteúdo da resposta tem a intenção de causar desconforto, medo e, em alguns casos, tenta provocar o suicídio", explica o agente da polícia civil Ivan de Souza Castilhos, integrante do Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional.

Vez ou outra surgem esses perfis que tentam influenciar as crianças. No ano passado, o personagem Momo ensinava crianças, passo a passo, como deveriam cortar os pulsos.

Em 2017, o jogo da Baleia Azul propunha desafios que levavam jovens ao suicídio. “Deixar um filho sozinho na internet é o mesmo que abandonar uma criança no meio da rua numa madrugada”, diz a delegada Patrícia Zimmermann D’Ávila, coordenadora da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso em SC.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL