Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Operação contra tráfico internacional de drogas é deflagrada no Pará e outros 6 estados pela PF

Operação Maritimum: Durante o inquérito policial, foram realizadas apreensões de drogas no porto de Barcarena. Também houve interceptação de cargas em países europeus

O Liberal

Foi deflagrada, na manhã desta quarta-feira (13), pela Polícia Federal, no Pará, onde uma pessoa foi presa, e em outros seis estados, a Operação Maritimum, que visa desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Segundo as investigações, os criminosos atuavam em portos das regiões Nordeste e Sudeste, principalmente em Natal, Salvador e Baixada Santista.

Ao todo, foram expedidos pela 2ª Vara Criminal da Justiça Federal do RN 46 mandados de prisão preventiva e 90 mandados de busca e apreensão, que alcançam, além do Rio Grande do Norte e do Pará, os estados de São Paulo, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro e Ceará. Também foi determinado o bloqueio de R$ 169,6 milhões nas contas bancárias de investigados.

VEJA MAIS

Tenente da PMPA preso em Portugal por tráfico de drogas pode ser expulso da corporação
Aderaldo Pereira de Freitas Neto é suspeito de participar de um esquema de tráfico internacional de drogas

Dia de combate ao tráfico e abuso de drogas: saiba onde buscar ajuda para dependência química
Locais oferecem atendimento gratuito. Confira endereços e contatos

Pesquisa revela a influência de organizações criminosas ligadas ao tráfico em Belém e Ananindeua
Estudo aponta a ação de facções em 16 bairros dos dois municípios, com mais indícios de presença do Comando Vermelho

Operação prende empresários de site de apostas por lavagem de dinheiro em Belém
A segunda fase da operação “Apate II”, da Polícia Civil, investiga a conduta de grupo financeiro, situado na capital paraense, que supostamente recebia dinheiro proveniente do tráfico de drogas de outros Estados

Durante o inquérito policial, foram realizadas apreensões de drogas no porto de Barcarena, no Pará, e ainda nos portos de Santos (SP), Salvador (BA), Natal (RN) e Fortaleza (CE). Houve ainda a interceptação de cargas nos países europeus de destino (Bélgica, França e Países Baixos), totalizando cerca de oito toneladas de cocaína apreendidas ao longo da investigação.

Os presos estão sendo encaminhados para as sedes da Polícia Federal nos estados onde a operação está sendo realizada. Eles devem responder por crimes como integrar organização criminosa; tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro.

O nome da operação (Maritimum) é uma alusão ao modo de atuação da organização criminosa, que utilizava o transporte marítimo para exportar a cocaína aos portos europeus.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL