Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher corta pênis de ex após descobrir estupro do filho de 4 anos

A mulher foi presa após tentar arrancar o pênis do ex-companheiro com uma faca

O Liberal

Uma mulher de 29 anos cortou o pênis do ex-companheiro, de 32 anos, após descobrir que ele estuprou o filho do ex-casal, um menino de 4 anos. Ela foi presa e confessou que arquitetou o crime e, para atrair o homem, marcou um encontro na casa dele, em Crucilândia (MG), na terça-feira (15). As informações são do jornal O Tempo.

VEJA MAIS

Irmãs de 13 e 7 anos são vítimas de estupro em Canaã dos Carajás
Estupro das irmãs foi denunciado pela mãe das vítimas

Preso é suspeito de estuprar a própria filha de 10 anos dentro de uma penitenciária
Polícia afirma que o estupro aconteceu durante uma visita da menina com a mãe enquanto o homem cumpria pena no local

Durante o sexo, a mulher pegou uma faca e cortou parte do pênis do ex. O homem saiu correndo e conseguiu chegar à polícia e pedir ajuda depois de ter o pênis parcialmente cortado e sangrando. O órgão genital foi costurado e a vítima não corre risco de vida.

A polícia aguarda o homem receber alta médica para ser ouvido. O suposto abuso sexual será investigado em um inquérito. A criança está com uma tia.

Além do crime contra o ex-companheiro, a polícia constatou que a mulher já tinha mandado de prisão por homicídio.

Ela contou à polícia que tinha um relacionamento conturbado com o ex-companheiro. “O relacionamento teria durado cerca de três anos, e há quatro eles estavam separados. O menino morava com o pai, que mantinha a guarda provisória da criança”, explicou o delegado Marcelo Calli.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL