Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Motorista de app viraliza ao criar ‘mercadinho’ dentro do próprio carro

A ideia surgiu como uma maneira de ganhar um dinheiro extra, além das corridas do aplicativo

Maiza Santos

Um motorista de aplicativo, chamado Gilberto Felipe de Lima Neto, de 50 anos, viralizou nas redes sociais após um de seus passageiros compartilhar a foto de um “mercadinho” que ele montou dentro do carro. O motorista vende diversos itens, como: balas, refrigerantes e até mesmo cervejas. Os passageiros podem aproveitar os produtos enquanto são conduzidos aos destinos.

VEJA MAIS

Motorista de aplicativo expulsa passageira após comentários racistas
A mulher teria dito que o motorista era "um cara normal", pelo fato de ele ser um homem branco

Motorista de app fatura expondo passageiros em vídeos no YouTube; entenda
Utilizando uma câmera escondida no veículo, Henrique registra os acontecimentos das madrugadas durante as corridas

Gilberto trabalha como motorista de app há cerca de cinco anos. Ele conta que a ideia do mercadinho móvel surgiu após ouvir alguns dos passageiros comentarem que estavam com fome

"Cada passageiro que entrava e falava que tinha fome eu pensava 'vou fazer um atendimento legal e levar algo pro passageiro', e acabei montando o mercadinho. O passageiro merece, por causa da correria. Tem uma água, um refrigerante, quer comer um pé de moleque? Eu também tenho", comenta.

O motorista relata que muitas pessoas se assustam quando veem as mercadorias. As balinhas são cortesias e ele possui mais de 30 tipos.  "Digo: 'opa, por favor, seja bem-vindo e consuma bastante' e eles ficam muito felizes. Criança, então, nem se fala. Meu carro é museu de bala, pois tem bastante balinha antiga", afirma.

No entanto, Gilberto também fala que passou por algumas situações de furto, principalmente de itens como álcool em gel e cerveja. "Mas finjo que não vejo e deixo ir embora", disse.

Ele explicou o susto que tomou com a repercussão da foto de seu carro: "Uma amiga mandou um 'ó, você está famoso' e pensei 'tá de brincadeira?'. De acordo com Gilberto, tudo foi pensado para agradar os passageiros. "Eles gostam e consomem. Acho que precisa mais disso. É com o dinheiro deles que pagamos nossas contas", garante.

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão da editora Web de OLiberal.com, Vanessa Pinheiro)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL