Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mortes por dengue em 2022 aumentaram 138% em comparação com 2021

Os casos já subiram mais do que o dobro do ano passado

Carolina Mota

O Ministério da Saúde divulgou o boletim epidemilógico, na última sexta-feira (24), onde 585 mortes por dengue foram registrados de janeiro a junho deste ano. O número representa um aumento de 138% em relação a todo o ano passado, com 246 mortes. Com base nas informações do boletim, os estados que apresentam maior número de mortes foram:

► São Paulo com 200 óbitos;
► Santa Catarina com 66;
► Paraná com 60;
► Rio Grande do Sul, 57;
► Goiás, com 55.

Ainda de acordo com os dados, 1.172.882 casos prováveis de dengue ocorreram até 20 de junho deste ano, cerca de 549,8 casos por 100 mil habitantes, um aumento de 196% comparado ao mesmo período do ano passado.

A região Centro-Oeste apresentou a maior taxa de incidência, com 1.629,9 casos a cada 100 mil habitantes, em 2022, seguida das Regiões Sul (983,9), Sudeste (440,7), Nordeste (284,8) e Norte (223,2), todos a cada 100 mil habitantes.

Prevenção

O combate ao mosquito da dengue é uma tarefa contínua e coletiva, segundo o Ministério da Saúde, que afirma que a melhor forma de haver melhora nos números é adotar as medidas de prevenção, como:

► Deixar a caixa d'água bem fechada e realizar a limpeza regularmente;
► Retirar dos quintais objetos que acumulam água; 
► Cuidar do lixo, mantendo materiais para reciclagem em saco fechado e em local coberto;
► Eliminar pratos de vasos de planta ou usar um pratinho que seja mais bem ajustado ao vaso;
► Descartar pneus usados em postos de coleta da Prefeitura;

De acordo com a diretriz do SUS (Sistema Único de Saúde), o trabalho de campo para combate ao mosquito da dengue é de obrigação dos municípios.

(Carolina Mota, Estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL