Missionário adventista é preso acusado de estuprar menina de 4 anos

O abuso foi cometido em uma unidade da Igreja Adventista do Sétimo Dia

Redação Integrada com informações de Metrópoles

Um homem de 31 anos foi preso em flagrante, acusado de abusar de uma criança de 4 anos em Itanhaém, no litoral de São Paulo. A mãe da menina teria presenciado o abuso e o denunciou à polícia. O homem é peruano e missionário da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

De acordo com a Polícia Civil, mãe e filha foram à igreja participar de uma reunião. A criança ficou em uma sala onde há aulas infantis. O missionário entrou no local, pegou a mão da garota e começou a esfregá-la no órgão genital dele.

A mãe da menina entrou na sala e viu o ato. Ela perguntou para a criança o que havia acontecido e confirmou o abuso.

O missionário confessou o crime e foi levado para a delegacia do município. Ele foi preso por estupro de vulnerável.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL