Menina pede ajuda para a guarda, e diz que pai a estuprou

A adolescente de 13 anos percebeu a presença da Gurda Municipal na sua casa e gritou pedindo socorro

Redação Integrada, com informações do UOL

Neste domingo (12), um caminhoneiro, de 49 anos, foi preso suspeito de abusar sexualmente da filha de 13 anos. O caso aconteceu em São Paulo, e de acordo com a Guarda Municipal, o chamado foi feito pela mãe da garota, que é separada do pai. Ela disse que a filha mandou uma mensagem no celular dela e do padrasto dizendo que estava trancada no banheiro e precisava de ajuda.

Quando os guardas chegaram à casa do caminhoneiro, ele saiu ao portão e disse que a garota estava tomando banho. Ela então ouviu a chegada da Guarda e começou a gritar. "Ele estava sozinho na casa com ela, quando começou a assistir a vídeos pornográficos pelo celular e questionou se a filha já havia tido alguma relação sexual. Foi quando passou a tocá-la", explicou Alexandre Mendes, comandante da GM.

O pai acabou confessando o crime e encaminhado à delegacia da cidade. Ele foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e satisfação de lascívia (desejo sexual) mediante presença de criança e adolescente.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL