Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Mendigos têm dever bíblico de passar fome', diz pastor em redes sociais

Declaração gerou revolta e Marcos Granconato se disse assustado com a repercussão: ‘estou sendo linchado’

O Liberal

pastor Marcos Granconato gerou revolta, inclusive entre seus seguidores, ao usar as redes sociais para defender que pessoas em situação de rua devem passar fome. “A maioria dos mendigos têm o dever bíblico de passar fome, pois Paulo diz aos Tessalonicenses: ‘Se alguém não trabalha, que também não coma’”, escreveu, no Facebook, referindo-se a uma carta que faz parte do Novo Testamento, escrita pelo apóstolo Paulo aos cristãos da cidade de Tessalônica. As informações são do Portal Metrópoles.

VEJA MAIS

Comida é insuficiente para 24% dos brasileiros; revela Datafolha A chamada insegurança alimentar é mais evidente entre os mais pobres

Fome: Pará tem 61,2% dos domicílios em condição de insegurança alimentar Conselho Regional de Nutricionistas lança campanha de combate à fome alusiva ao Dia Mundial da Saúde e Nutrição

Pastor que orou pela morte de Paulo Gustavo é condenado por homofobia Quando o humorista estava internado por covid-19, José Olímpio da Silva Filho disse que ia orar pela morte do artista porque tem aversão odiosa à orientação sexual de Paulo Gustavo

Granconato é líder Igreja Batista Redenção, em São Paulo, e tem mais de 20 mil seguidores no Facebook e 32,7 mil no Instagram. Depois que várias pessoas se manifestaram criticando o posicionamento, ele alegou que foi mal interpretado, e que na verdade estava se referindo à “maioria”, e não a todas as pessoas em situação de rua.

“Eu já ofereci trabalho para um monte de mendigos. Perguntem se eles aceitaram”, escreveu.

Procurado pela reportagem, ele também afirmou que não se referia aos sem-teto ou aos pobres em geral. Na visão do pastor, a Bíblia fala de vários tipos de pobres, que devem ser ajudados, mas também fala sobre os que estão miseráveis porque não trabalham.

Ele também relatou que houve difamação e sugestões de ameaça.

“As pessoas estão me difamando, estou sendo linchado. Estou até um pouco assustado, com medo. As pessoas fazem até certas ameaças, isso me preocupa”, disse o pastor.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL