Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Jogador de e-Sports mata colega a facadas e filma todo o crime

O suspeito gravou um vídeo debochando do crime

Com informções da coluna O Dia

Uma jogadora de e-Sports, de 19 anos, foi encontrada morta a facadas na tarde da última segunda-feira (23), em Pirituba, São Paulo. Um estudante de 18 anos, que também é gamer, confessou o crime e foi preso em flagrante dentro de casa.

Ingrid Bueno, mais conhecida como Sol, jogava Call of Duty: Mobile, pelo time FBI E-Sports, conheceu o jovem pela internet há pouco mais de um mês. Ele jogava o mesmo jogo e integrava a equipe Gamers Elite. 

O jovem Guilherme Alves Costa foi preso em flagrante como suspeito do assassinato. Ele gravou um vídeo após o crime e postou em uma rede social.

Em meio a deboches e risadas, ele confirmou o crime enquanto mostrava o corpo ensanguentado caído no chão. "Bom, vocês estão achando que é tinta, montagem, ou algo do tipo, mas não é. Eu realmente matei ela", disse ele, com frieza, na gravação. Em outro trecho, o jovem tira sarro do crime, enquanto mostra o corpo com um punhal estocado na altura do abdômen e com diversas perfurações. "Olha só que maravilha (risos)", diz. Por fim, ele vai até o espelho, mostra o dedo do meio e diz: "partiu".

O jovem fugiu e disse à própria família que iria cometer suícidio, quando foi persuadido pelo irmão a desistir da ideia e se entregar para a polícia. Em depoimento, Guilherme contou que teria feito um pacto com a vítima para assassinar religiosos e, consequentemente, acabar com o cristianismo, mas como ela desistiu da ideia, foi atacada com o punhal, que seria usado para assassinar os sacerdotes.

O caso foi registrado como homicídio qualificado no 87º DP. Sol, como era conhecida, iniciava sua carreira nos e-Sports. A equipe em que participava divulgou nos stories uma mensagem de luto pela jogadora na qual, Krony, responsável pelo time, lamenta: 

 

 

 

 

 

 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL