Homem tenta espantar araras com rojão, mas quase decepa a mão

Foguete explodiu na mão da vítima, que precisou ser socorrida às pressas

Emilly Melo
fonte

Um homem de 32 anos teve a mão lacerada após usar um rojão para tentar espantar um grupo de araras, na última quarta-feira (8), na rua Julião de Lima Maia, em Santa Rita do Pardo, a 199 quilômetros de Campo Grande (MS). Com informações de Topmidia News.

VEJA MAIS

image Após serem expulsos, ex-alunos soltam rojão em corredor de escola e quase atingem professor
Os estudantes de 18 e 19 anos foram encaminhados para uma delegacia de polícia, mas foram liberados após assinatura de termo circunstanciado de ameaça; motivo da expulsão foi mau comportamento

image Homem é preso em flagrante após acender rojão na boca de um cachorro
Prática criminosa resultou na morte do animal

image Torcedor do Athletico sofre acidente com rojão e fica com a mão destruída
Incidente ocorreu durante o embarque do Furacão para o Rio Grande do Sul, onde o clube enfrentará o Internacional pela final da Copa do Brasil, na quarta-feira.

Segundo o noticiário Cenário MS, o homem tentava usar o rojão e um cano PVC para afugentar as aves. No entanto, quando acendeu, a vítima se atrapalhou e não conseguiu encaixar o artefato no cano, que acabou explodindo ainda na mão dele.

A explosão causou lacerações profundas na mão esquerda e o homem foi atendido pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros ainda no local do incidente encaminhado, em seguida, para o Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. 

Apesar do susto, o homem passa bem. Segundo a Lei 9.605, de 1998, a pena para  “matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória”, varia entre seis meses a um ano de prisão, além de multa.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL