Homem mata o pai e anuncia que cometeu o crime para passageiros de ônibus

O suspeito foi reconhecido na rua após aparecer na TV

Luciana Carvalho
fonte

Gustavo Barros Cerqueira, de 25 anos, foi preso após confessar para passageiros de um ônibus que matou o próprio pai. As informações são do portal Metrópoles.  

Segundo as investigações da Polícia Civil, na manhã da última segunda-feira (12), o suspeito entrou em uma discussão com o pai em frente de onde eles moravam, em uma casa dentro de uma escola de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. A mãe do suspeito trabalha como caseira da unidade.

VEJA MAIS

image Filho mata pai de 55 anos com facada depois de tentar intervir discussão com irmão em Paragominas
O suspeito ainda chegou a dizer para à polícia que era adolescente, mas as autoridades constataram que ele era maior de idade

image Homem mata o próprio pai durante caçada em mata da Amazônia
O pai faleceu ainda no local do acidente. Ele foi identificado como Clodoilson Souza de Oliveira. O filho precisou ser levado a uma unidade de saúde para ser sedado devido ao estado de choque

image Briga entre pai e filho termina em morte no sul do Pará
José Reis Cantuário Soares, de 48 anos, teria supostamente matado o próprio filho de 22 anos com um golpe de faca

Pai e filho entraram em luta corporal, quando Gustavo pegou uma faca e golpeou João Batista Cerqueira, de 57 anos, no pescoço. A vítima morreu no local.

Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito então fugiu e pegou um ônibus para a capital paulista. Foi nesse trajeto que ele contou ao motorista e aos passageiros que havia acabado de matar o pai.

Gustavo acabou reconhecido na rua Luis Pacheco, no bairro da Luz, no centro de São Paulo. Populares haviam acabado de ver uma foto do suspeito na televisão e o reconheceram em uma lanchonete próxima.

De acordo com o delegado Roberto Monteiro, da 1ª Delegacia Seccional do Centro, as pessoas que o reconheceram avisaram policiais que faziam ronda no entorno. Após ter sido localizado pelos agentes, os policiais questionaram Gustavo que acabou confessando o crime.

“Ele foi capturado depois de uma denúncia de populares, que estavam num bar quando a imprensa na televisão mostrou a foto dele e ele acabou sendo reconhecido”, disse o delegado.

Gustavo foi preso em flagrante. A prisão foi convertida em preventiva. Ele vai responder pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e também por não ter dado chances de reação à vítima.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL