Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Gêmeas que fizeram readequação de sexo voltam para casa

Irmãs terão acompanhamento por telemedicina; caso rodou o mundo

Redação Integrada com informações do G1

As gêmeas transexuais Sofia Albuquerck e Mayla Phoebe, de 19 anos, foram liberadas pelos médicos a voltar para casa, na sexta-feira (26). Elas foram submetidas a uma cirurgia de readequação sexual, em fevereiro, em Blumenau (SC).

Agora, elas terão acompanhamento médico por telemedicina, mas vão precisar retornar à clínica catarinense em fevereiro do ano que vem para consulta ginecológica. As irmãs são de Tapira, Minas Gerais. O procedimento foi bem-sucedido.

Mayla passou pelo procedimento no dia 10 e Sofia, no dia seguinte. As cirurgias duraram em média 4h. Após a alta, as irmãs continuaram em Blumenau, em um primeiro momento, para acompanhamento médico.

O procedimento raro foi o primeiro realizado em gêmeas em Santa Catarina e provavelmente no Brasil. O caso foi noticiado em pelo menos 36 países, segundo a assessoria da clínica responsável pelo procedimento.

As gêmeas nasceram com o sexo biológico masculino, mas se sentiam mulheres e discutiam a transição para o feminino havia anos.

O cirurgião afirma que o resultado estético esperado será alcançado completamente entre 18 e 24 meses após a cirurgia, mas a funcionalidade urinária dos órgãos já está restabelecida.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL