Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Comerciante morto por negar lanche a bandidos queria voltar para o Ceará por medo de violência no RJ

Vítima sempre comentava sobre o desejo de retornar ao nordeste

O Liberal

O comerciante João Batista, 53, morto na noite da última quarta-feira (3) dentro da própria lanchonete, em Cordovil, Zona Norte do Rio, planejava voltar para o Ceará por temer violência no Rio de Janeiro. As informações são do G1 RJ. 

Segundo familiares e amigos da vítima, "ele já queria se mudar de lá [local onde aconteceu o crime]".

VEJA MAIS:

Dono de restaurante é assassinado após negar lanche de graça a bandidos Vítima morreu antes do SAMU chegar para prestar os primeiros socorros

João chegou ao Rio de Janeiro com 18 anos e, desde então, passou a trabalhar na capital carioca. Conhecido como "João do Lanche", ele teria sido morto por criminosos do Morro do Quitungo por ter se negado a dar lanches de graça para os bandidos.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL