Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Chefe invade live e agride modelo que o acusava de transfobia ao vivo; veja

O homem é dono de uma loja conhecida por ter grande parte do público LGBTQIA+

O Liberal

A modelo trans Jeniffer de Oliveira Pereira, de 25 anos, foi agredida quando denunciava o chefe, o empresário Helio Job Neto, de maus tratos e transfobia. Durante o relato, em sua conta do Instagram, ela contava que o chefe a chamava de  "traveco", quando o acusado invadiu a live para agredi-la. As informações são do UOL.

A gravação acontecia na própria loja de roupas e acessórios que a modelo trabalhava. No vídeo ele chega a negar as acusações. Mas na delegacia, quando estavam fazendo o boletim, o empresário afirmou que as agressões foram mútuas e ocorreram após a demissão de Jeniffer.

Jeniffer disse que conhece Helio há dez anos, quando ainda não havia feito sua transição de gênero. Ela contou que foi chamada para trabalhar na loja pois o empresário queria ter uma equipe mais diversa de funcionários. A rede de lojas onde aconteceu o caso é, inclusive, conhecida entre o público LGBTQIA+.

 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL