Anvisa aprova dois novos autotestes para detectar a Covid

Os produtos foram avaliados quanto à segurança, ao desempenho e ao atendimento dos requisitos legais exigidos para esses testes

Luciana Carvalho
fonte

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de dois novos autotestes para Covid-19. Para obter o registro, os produtos foram avaliados quanto à segurança, ao desempenho e ao atendimento dos requisitos legais exigidos para esses testes. As informações são do portal Metrópoles.

Um dos principais pontos de atenção da Anvisa para a análise dos autotestes é a usabilidade, que inclui as orientações de uso e as instruções em linguagem simples para todas as pessoas sobrem uso correto do produto.

No dia 17 de fevereiro,  a agência aprovou o primeiro modelo de autoteste para Covid-19 no país. Agora, o Brasil conta com 11 autotestes para uso.

VEJA MAIS

image Covid-19: Confira pontos da vacinação na Grande Belém nesta sexta (18)
População conta com aplicação de doses para crianças, adultos e pessoas idosas

image Vacina contra covid-19: quarta dose para idosos tem movimento intenso em postos
Crianças de 5 a 11 anos já podem retornar aos pontos de vacinação para tomar a segunda dose

Quais os novos autotestes registrados nesta semana?

1) Autoteste Panbio COVID-19 Antigen SELF-TEST, fabricado pelo Abbott Rapid Diagnostics Jena GmbH. Empresa detentora do registro: Abbott Diagnósticos Rápidos S.A.
Amostra: swab nasal.
Apresentação comercial: embalagem com um ou quatro testes.

2) Família Autoteste Rápido de Antígeno Basall Covid-19, fabricado e registrado pela LMG Lasers – Comércio, Importação e Exportação Ltda.
Amostra: swab nasal.
Apresentação comercial: embalagem com um teste.

A lista completa dos autotestes aprovados é atualizada periodicamente e está disponível no painel eletrônico.

O que é o autoteste e o que é importante saber?

O autoteste é o produto que permite que a pessoa realize todas as etapas da testagem, desde a coleta da amostra até a interpretação do resultado, sem a necessidade de auxílio profissional. Para isso, deve seguir atentamente as instruções de uso, que possuem linguagem simples e figuras ilustrativas do seu passo a passo. 

Quais as recomendações para o uso do autoteste?

É recomendada a utilização do autoteste entre o 1º e o 7º dia do início de sintomas, que incluem febre, tosse, dor de garganta, coriza, dores de cabeça e no corpo. Os autotestes são utilizados para triagem, como uma abordagem primária, e existe a possibilidade de resultados errados, chamados de falso positivos.

Caso o resultado seja positivo, a Anvisa orienta que o paciente busque orientação médica para confirmar o diagnóstico e receber acompanhamento.

(Luciana Carvalho, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política.)

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL