CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Advogado tenta apartar briga na rua, leva soco e morre

Vítima não conhecida nenhum dos envolvidos na briga, mas tentou separar os dois

Fabio Grellet (Agência Estado)
fonte

Um advogado de 72 anos morreu após tentar separar uma briga, levar um soco, cair ao chão e sofrer uma parada cardiorrespiratória. O caso ocorreu em Juiz de Fora, em Minas Gerais, no final da tarde de segunda-feira (17.06).

Segundo a polícia, Geraldo Magela Baessa Ríspoli caminhava pela rua Eugênio Fontainha, no bairro Manoel Honório, por volta das 18h, quando presenciou uma briga. Um homem de 35 anos, ex-funcionário de uma churrascaria da cidade, brigava com um homem de 45 anos que trabalha no mesmo estabelecimento - ambos eram colegas até a demissão do primeiro.

VEJA MAIS

image Filho de idoso morto com 'voadora' em Santos relata trauma do neto que presenciou o crime
Menino de apenas 11 anos ligou para pai desesperado informando que o avô havia sido agredido na rua

image Idoso morre após receber 'voadora' de homem na frente do neto
Cesar Torresi, de 77 anos, morreu após ser golpeado na altura do peito em Santos, em São Paulo

image Idoso morre após ser atropelado por motociclista ao tentar atravessar avenida na Marambaia
O condutor do veículo que atingiu a vítima é soldado temporário do Exército Brasileiro

Ao sair do emprego, esse ex-funcionário processou a churrascaria, e o outro funcionário depôs em juízo a favor da empregadora - contra o ex-funcionário, portanto. Quando os dois se encontraram na rua, aparentemente por acaso, o ex-funcionário partiu para cima do outro. Foi quando Ríspoli passou e presenciou a briga.

O advogado não conhecia nenhum dos envolvidos, mas tentou separar os dois. Então, levou um soco do homem de 35 anos, caiu no chão, bateu a cabeça e sofreu uma parada cardiorrespiratória. Pessoas que passavam pelo local chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e os profissionais tentaram reanimar Ríspoli, mas ele morreu ali. Ele foi enterrado nesta terça-feira (18.06).

O agressor fugiu, mas acabou preso logo depois - ele tentou se esconder dentro da churrascaria de onde foi demitido.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Juiz de Fora emitiu nota lamentando o episódio. "A Diretoria da Ordem reafirma seu compromisso de buscar junto às autoridades competentes a justiça para o caso", diz trecho da nota.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL