Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Adolescente é torturada e morta a tiros por facção criminosa

A garota teve o cabelo cortado por uma faca antes de ser assassinada

Redação Integrada com informações de G1 Rondônia

Luana de Almeida Nascimento tinha 15 anos quando foi morta na segunda-feira (28) em um residencial de Porto Velho (RO). Ela foi alvejada por três tiros. De acordo com a polícia, a vítima teve o cabelo cortado por uma faca e foi torturada antes de ser morta.

"Um grupo, com homens e mulheres, torturou Luana antes de matá-la. Se trata de uma rixa entre facções. Essa é a segunda mulher morta por um grupo de facção", relata um policial do Serviço de Investigação e Captura (Sevic). O outro caso é o de Bianca Alves, que teve o corpo encontrado em um terreno baldio na capital.

A Delegacia de Homicídios continua investigando o caso, mas até esta quarta-feira (30), ninguém foi preso pelo crime.

Viaturas da PM tinham sido acionadas no Residencial Orgulho do Madeira, horas antes do corpo da adolescente ser achado. A denúncia informava que haveria integrantes da facção criminosa Comando Vermelho torturando uma mulher, que seria de uma facção rival Primeiro Comando do Panda (PCP). No entanto, nada foi encontrado pelos agentes.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL