Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

STF decide que oferta de vagas em creches e pré-escola é obrigatória

Prefeituras alegam que não têm recursos para garantir as matrículas

Emilly Melo

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que é dever do Estado garantir vagas em creches e pré-escolas para crianças de 0 a 5 anos. A garantia está prevista no artigo 208, inciso IV, da Constituição Federal.  As informações são da Agência Brasil. 

A decisão foi tomada nesta quinta-feira (22) após diversas prefeituras serem acionadas na Justiça por pais de crianças pequenas. As gestões municipais alegaram que não tinham recursos para garantir as matrículas. Prevaleceu o voto proferido na quarta-feira (21) pelo relator, ministro Luiz Fux. No entendimento do ministro, o direito à educação infantil é assegurado na Constituição e não pode ser negado sem justificativa.

VEJA MAIS

STF confirma decisão de suspender decretos de Bolsonaro sobre armas
Argumento é o risco de aumento da violência política com o início da campanha

Maioria do STF vota para manter suspenso o piso salarial da enfermagem
Luís Roberto Barroso e outros cinco ministros acreditam que a norma deve ser mantida até que sejam analisados os impactos da medida

Os ministros André Mendonça, Nunes Marques, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e a presidente, Rosa Weber também fizeram parte da votação. 

Ao final do julgamento, o plenário decidiu aprovar uma tese que será aplicada aos casos semelhantes que tramitam na Justiça. "A educação infantil compreende creche (de 0 a 3 anos) e a pré-escola (de 4 a 5 anos). Sua oferta pelo Poder Público pode ser exigida individualmente, como no caso examinado neste processo. O Poder Público tem o dever jurídico de dar efetividade integral às normas constitucionais sobre acesso à educação básica", definiu a Corte.

Delegado Jardel diz que ministros do STF decidem 'da forma que acham conveniente para eles'
Para o candidato ao Senado, isso traz “insegurança jurídica” ao país

STF tem 5 votos a 3 para manter a suspensão do piso da enfermagem; faltam votos de 3 ministros
Faltam os votos dos ministros Luiz Fux, Gilmar Mendes e Rosa Weber

O julgamento foi motivado pelo caso de um município de Criciúma (SC) que foi obrigado, pela Justiça de Santa Catarina, a ofertar vaga em creche para uma criança carente. 

O processo julgado tem repercussão geral, ou seja, a decisão tomada pelo STF será de cumprimento obrigatório nas ações sobre o mesmo tema que tramitam no Judiciário do país.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Hamilton Braga, coordenador do Núcleo de Política)

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA