Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Sérgio Moro concede entrevista ao Grupo Liberal

Em quase uma hora, o pré-candidato à Presidência da República falou de diversos temas.A entrevista gravada vai ao ar nesta sexta-feira pela Rádio Liberal, OLiberal.com e redes sociais

Sérgio Chêne

Em entrevista exclusiva concedida para o Grupo Liberal, que vai ao ar a partir das 12h desta sexta-feira, 17, o ex-ministro da Justiça, juiz Sérgio Moro, e pretenso candidato à Presidência da República em 2022 pelo Podemos, conversou com o diretor de Conteúdo, Daniel Nardin, e com a editora de Opinião, a jornalista Rita Soares. A entrevista gravada, na íntegra, será transmitida pela Rádio Liberal, dentro do programa Liberal Notícias (em rede para todo o Estado), pelo OLiberal.com e redes sociais. O conteúdo, com os principais pontos da entrevista, será publicado ainda na versão impressa de O Liberal do próximo domingo, 19.

Em cerca de uma hora de entrevista, o paranaense Sérgio Moro fez um apanhado do trabalho da Operação Lava Jato, abordou variados temas, dentre eles as motivações que levaram a sair do governo, o resgate da imagem internacional da Amazônia, ideias e possíveis nomes que poderão compor o trabalho da campanha rumo ao Planalto, caso seja candidato. Sobre o fato de ter dito, em entrevista para o programa Fantástico, que não se lançaria à candidato, o juiz Sérgio Moro argumentou que o cenário era outro, um momento das ações da Operação Lava Jato, e diante da má gestão do governo de Jair Bolsonaro, sobretudo com relação à pandemia da covid-19, a crise econômica e o desemprego, mudou de opinião e se disse ter sido "sabotado pelo presidente da República". Já falando de sua provável candidatura à Presidência da República, Sérgio Moro apontou o trabalho pretendido como reforço na ideia de terceira via. "Muita gente me falava, 'coloque seu nome à disposição para romper com essa polarização', disse em trecho da entrevista. 

Durante a conversa, o ex-ministro apresentou críticas aos governos do PT e à gestão do presidente Jair Bolsonaro, aproveitou ainda fazer um balanço do trabalho à frente do Ministério da Defesa, inclusive das ações de combate à criminalidade no Estado do Pará. Marco Temporal Indígena, mineração em terras indígenas, retomada da economia, cenário das eleições de 2022, e a relação entre os poderes e possíveis alianças e composições partidárias foram ainda tratados durante a entrevista.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA