Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Projeto que divide ensino na zona rural entre teoria e prática é aprovado pelo Senado

Matéria seguiu para sanção do presidente da República

O Liberal

Estudantes da zona rural podem ter seu período letivo dividido entre aulas teóricas em sala de aula e atividades práticas no campo. É o que estabelece um Projeto de Lei aprovado pelo senado nesta terça-feira (31). A matéria segue agora para análise do presidente da República, Jair Bolsonaro, que pode sancionar ou vetar o projeto. As informações são da Agência Brasil. 

VEJA MAIS

Pará deve incluir nas escolas acompanhamento especializado para alunos com deficiência
O Ministério Público do Estado obteve 21 liminares favoráveis para fornecimento de profissionais de suporte às crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e outras deficiências abrangidas por lei

[[(standard.Article) Escolas de Marituba recebem plataforma que mapeia as habilidades dos alunos]]

Pelo texto aprovado, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) passa a incluir essa metodologia, conhecida como “pedagogia da alternância”. Dessa forma, durante duas semanas do mês, os jovens vão aprender na escola conhecimentos gerais e técnicos voltados para a realidade agrícola. Na quinzena seguinte, eles vão aplicar esses conhecimentos no campo, geralmente em propriedades familiares ou nos arredores da escola.

De acordo com o relator do projeto, o ex-senador Pedro Chaves (MS), 270 instituições adotam o modelo no Brasil, atendendo cerca de 17 mil estudantes. Para ele, “engessar” as escolas pode resultar em evasão, repetência e exclusão e organizar de forma dinâmica e múltipla a sala de aula é um dos fatores que conduzem à qualidade na educação.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA