Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Presidente Jair Bolsonaro é esperado em Belém, na noite desta sexta-feira (18)

Várias autoridades também confirmaram presença em evento da Assembleia de Deus, que deve reunir em torno de cinco mil pessoas

O Liberal

O presidente Jair Bolsonaro é uma das autoridades com presença confirmada no evento em homenagem aos 110 anos da Assembleia de Deus, que será realizado no Centro de Convenções Centenário, na avenida Augusto Montenegro, na noite deste sexta-feira (18). 

Além de Bolsonaro, a Assembleia de Deus também recebeu a confirmação de presença do governador do Estado, Helder Barbalho, do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, além de deputados e vereadores. "Embora a gente tenha figuras políticas presentes, a intenção não é salientar a questão política e sim um culto de gratidão, pela história da igreja, que é uma igreja muito simbólica. A Assembleia de Deus é a maior igreja evangélica do País e ela nasceu aqui em Belém. Nós dizemos que é um movimento de Deus, mas é genuinamente belenense, paraense, e carrega características muito fortes do nosso povo. Uma as razões do crescimento da Assembleia de Deus no Brasil é que ela nasceu aqui e por ter nascido aqui cresceu com essa votação muito simples de crescer em todos os lugares, estar presente em todos os centros, mas também em locais mais simples", ressalta o pastor Philipe Câmara.

Parlamentares consultados por O Liberal e que receberam a programação da visita da comitiva presidencial ao Pará, já haviam informado sobre a presença do presidente em Belém, nesta sexta, para participar do evento religioso, embora essa agenda ainda não tenha sido confirmada oficialmente pela Presidência da República. Em 2019, o presidente participou da solenidade em comemoração aos 108 anos da Assembleia de Deus, também no Centro de Convenções da Igreja, em Belém. 

O culto em homenagem ao aniversário da igreja é um evento tradicional na capital paraense e está programado para iniciar às 19 horas. Ao todo, cinco mil pessoas devem participar do evento - doze mil a menos do que a capacidade do Centro de Convenções Centenário, que conta com 17 mil assentos, segundo Philipe Câmara. "Essas pessoas já foram selecionadas, as pulseiras já foram distribuídas. Nós temos 540 templos dentro do município de Belém. Cada templo recebeu de três a sete pulseiras, para a gente ter representação do local e a cidade toda participando", explica o pastor. "Vai ser uma festa. É um culto de gratidão e celebração", completou.

Ainda não há confirmação das demais autoridades federais que vão acompanhar o presidente da República. "A gente não recebeu a lista, mas vamos ter mais de uma dezena de vereadores, deputados e a comitiva do presidente vem com trinta pessoas. A informação que nós tivemos é que de quatro a cinco ministro de estado estarão com ele", revela. Philip observa que a Assembleia de Deus tem tradição em realizar grandes eventos. "O maior dificultador nesse período é que a gente está acostumado a trabalhar com multidões e agora tem que trabalhar para coibir multidões. Então, do ponto de vista de segurança do local, se torna muito mais simples".

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA