Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Com capacidade para mais de 3 mil passageiros por dia, terminal hidroviário é inaugurado em Santarém

Estrutura pode receber grandes embarcações na região, como navios de cruzeiros, inclusive internacionais

Ândria Almeida

Foi inaugurado nesta quarta-feira (20) o novo Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas de Santarém, que recebeu o nome de Joaquim da Costa Pereira. O terminal Hidroviário vai beneficiar mais de 310 mil pessoas da região do Baixo Amazonas.O local tem  capacidade de receber mais de 3000 passageiros por dia.

A inauguração contou com a presença do Governador do estado Helder Barbalho, do Senador Jader Barbalho, presidente da Companhia de Postos e Hidrovias do Pará (CP) Abraão Benassuly, e autoridades regionais. Durante a solenidade de inauguração houve a apresentações da Banda da Polícia Militar e de dançarinos de carimbó.

O investimento na construção do terminal foi no valor de R$ 74 milhões. A estrutura foi pensada para receber grandes embarcações na região, como por exemplo, cruzeiros, inclusive internacionais, que devem fomentar a atividade turística. Além disso, o terminal estará pronto para oferecer viagens diárias para os estados do Amapá e Amazonas, por exemplo.

Terminal tem grande capacidade (Ândria Almeida / O Liberal)

Durante a inauguração, o governador Helder Barbalho falou da importância do empreendimento para Santarém e região. “Com este Terminal Hidroviário nós permitimos que Santarém possa estar integrada com a região da Calha Norte, Baixo Amazonas, Tapajós, Xingu, além de todo o Estado do Pará e com todo o Brasil. Estimulando com que aqui sejam as linhas locais, as linhas regionais, impulsionando atividade de cruzeiros e turismo para elevar a economia, e a visitação nesta região possa ter um ambiente adequado”, detalhou o líder do Estado.

O governador enfatizou que o terminal vai permitir dignidade ao usuário, oportunidade e qualidade ao usar o ambiente. “Acima de tudo, fortalecendo a atividade do turismo para gerar cada vez mais emprego, renda, sem esquecer que o terminal, além de passageiros é também um terminal de cargas para abastecer a região”, destacou.

Para o empresário, Saulo Jennings, dono de um famoso restaurante no município, o novo terminal é um importante conquista para quem mora na região.

“A gente só está lapidando a Pérola do Tapajós. Santarém precisava de um porto desta magnitude, dessa importância. Nós temos mais de 18 municípios nas margens de rios e que têm Santarém como polo. Só que precisava dessa ferramenta para melhorar, porque o turismo é muito amplo, nós temos o turismo científico, o turismo de comércio, o turismo empreendedor, o turismo universitário, o turismo de passeio, então todos esses tipos vêm agregar e passar por aqui, isso vai dar facilidade e comodidade”, relatou.

Saulo enfatiza que além do conforto o local vai ser uma importante ferramenta que vai possibilitar a ligação entre cidades. “Então imagina o volume de geração de emprego e renda que vai dar através desta ferramenta, então isso é muito importante para nossa região, a gente tem uma estrutura que diga-se de passagem é bem melhor do que a do nosso aeroporto, não é só ele em si, mas o que vai representar para nossas cidades, o que ele vai distribuir para nossa região como um todo. Ligando as cidades da região, nós temos cidades aí na BR-163, cidades na Transamazônica, então ele vai ser um link de todas as cidades”, disse.

Sobre o local

A coordenadora de Portos e Transportes Aquaviários de Santarém,Lílian Maués, explicou que o novo terminal vai operar no transporte intermunicipal e interestadual. “Então agora todas as operações estarão concentradas no novo terminal, os píeres da cidade ficarão com a operação do intramunicipal, que atenderá as regiões do Arapiuns, Lago Grande, Tapajós, já aqui dentro do novo terminal ficará toda a operação do intermunicipal e do interestadual, Santarém-Belém, Santarém-Manaus, Santarém-Macapá, será feita por aqui. Santarém-Monte Alegre, Santarém-Óbidos, Santarém-Juruti, também a gente vai atender”, destacou.

Quanto à ampliação na capacidade de atendimento, Lilian informou que antigamente, o porto do DER, único Porto municipal, tinha capacidade para atender apenas três ferry boat e cerca de quatro embarcações do tipo navio, era uma oferta muito pequena frente à demanda. Com a inauguração do novo terminal, será possível atender sete ferry boat. “Oferecendo apenas três berços de atracação, então a gente apresentava uma operação deficiente, não tínhamos a condição de atender todas as embarcações que operam na região”, enfatizou.

A construção do terminal gerou a criação de 850 novos postos de trabalhos, além da geração de 700 empregos diretos e 150 indiretos na região.

O porto será administrado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Coordenadoria de Portos.

Estrutura do Porto

O Porto Hidroviário está preparado para receber mais de três mil usuários por dia, o terminal conta com guichês para venda de passagens, guarda-volumes, carrinhos para bagagens, cadeiras de rodas e têm mais de 22 mil metros quadrados de área construída.

A sala de embarque oferece 1.205 cadeiras longarinas, rede wi-fi gratuita e duas escadas rolantes, que facilitam a acessibilidade ao segundo piso.

Climatizado, o equipamento público tem vestiários e banheiros masculino, feminino e para pessoas com deficiência. A área inclui ainda farmácia, três lanchonetes, restaurante, e espaços para instalação de lojas e quiosques, além de salas para órgãos de segurança e justiça, como Polícia Militar, Conselho Tutelar e Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Pará (Arcon).

Para auxiliar no embarque e desembarque de passageiros, o espaço tem rampa metálica biarticulada, passarela coberta em concreto e flutuante com oito fingers para atraque das embarcações. Na área externa, o estacionamento tem 5.800 metros quadrados e inclui vagas para carros, motocicletas e bicicletas, além de pontos cobertos para táxis e ônibus.

Já o terminal de cargas tem um galpão com mais de seis mil metros quadrados para abrigar cargas e utensílios dos passageiros.

Integração

O terminal de Santarém faz parte do projeto de integração fluvial do Governo do Pará, por meio da CPH, que já entregou os terminais hidroviários em Terra Santa, Faro, Curuá, Prainha, Almeirim, Santana do Tapará (distrito de Santarém), Óbidos e Monte Alegre, todos na região do Baixo Amazonas.

Homenagem a Joaquim da Costa

O nome do Porto é uma homenagem ao empresário Joaquim da Costa Pereira, nascido no município de Santarém, em 30 de outubro de 1929. Joaquim contribuiu para o desenvolvimento da região, e com a evolução comercial, abriu empresas visando o abastecimento dos ribeirinhos, investindo nos diversos setores do comércio e no ramo das comunicações. O empresário faleceu em 06 de janeiro de 2010.

Joaquim desempenhou funções relevantes em Santarém como presidente da Associação Comercial, Presidente do Centro Recreativo, fundador do Lions Clube, diretor-fundador de Instalação Náutica e Comodoro do Iate Clube, diretor do Sindicato de Empresas de Radiodifusão do Estado do Pará, além de integrante da Loja Maçônica.

Governador Helder Barbalho cumpriu agenda em Santarém nesta quarta (20)

O governador do Pará, Helder Barbalho cumpriu agenda de compromissos no município Santarém nesta quarta-feira (20). Helder chegou na cidade por volta das 15 h. Na ocasião, o governador fez uma programação de inaugurações de estruturas e assinaturas de convênio:

Helder participou da Inauguração do prédio do 35º Batalhão da Polícia Militar de Santarém;

Entrega dos certificados profissionais para o município de Santarém;

Assinatura de convênio para a pavimentação e recapeamento de vias urbanas do município;

Assinatura do convênio para a construção de quadra poliesportiva na comunidade Cruzeiro, em Santarém;

Assinatura de convênio para a construção de contenção rip-rap, dissipadores, calçadas, grama e escadaria na comunidade Vila Boim,

Entrega do benefício eventual ‘Recomeçar’

Convênios para o município de Mojuí dos Campos

Assinatura de convênio para a construção de quadra poliesportiva na comunidade Piranha, em Mojuí. Haverá também a assinatura de convênio para iluminação do campo de futebol do bairro Alto Alegre; além da

Assinatura de autorização de obra para a implantação de energia elétrica do programa de inclusão socioeconômico (Pis) em Mojuí;

Entrega de veículos para seis municípios

Assinatura de entrega de veículos para os escritórios da Adepará, situados nos municípios de Monte Alegre, Dourado, Almeirim, Óbidos, Oriximiná e Itaituba.

Após os primeiros compromissos, o governador esteve na inauguração da agência Igeprev, na avenida Curuá Una.

O governador finalizou os últimos compromissos do dia com a inauguração do novo terminal Hidroviário de Santarém; e vai realizar a assinatura do convênio para pavimentação em concreto armado do terminal hidroviário, onde receberá Ferry Boat. Helder assinou ainda o termo de autorização de abertura de licitação para reforma, adequação e ampliação do Centro de atendimento ao turista (CAT), em Alter do Chão.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA