Felipe Neto fala ao Jornal Nacional sobre ameaças

Youtuber tem sido alvo de simpatizantes do presidente Bolsonaro, que têm difundido fake News sobre o comunicador

Redação Integrada

O youtuber Felipe Neto deu uma entrevista ao Jornal Nacional nesta quinta-feira, 30, e falou sobre os ataques que vem sofrendo por se colocar contra o presidente Jair Bolsonaro. Os apoiadores do presidente elevaram o tom quando um vídeo em inglês do youtuber, no New York Times, classificou Bolsonaro como o pior líder no enfrentamento da pandemia.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Muito obrigado ao Jornal Nacional pelo espaço e por divulgar a verdade para o povo brasileiro.

Uma publicação compartilhada por Felipe Neto (@felipeneto) em

Uma das pessoas que ameaçaram Felipe Neto foi Leandro de Souza Cavalieri Valle, que se autoproclama “Cavalieri do Otoni”, que também está envolvido no caso dos fogos de artifício em frente ao Supremo Tribunal Federal. Um carro-som parou em frente ao condomínio onde mora o youtuber e pelo autofalante foram propaladas ameaças, conforme mostrou o JN na edição de quinta-feira.

Nas redes sociais, Cavelieri ameaçou: "É, Felipe Neto. A gente vai se encontrar em breve. Eu quero ver se tu é macho. (...) Eu quero ver tu tirar onda comigo. Teus seguranças não me intimidam, não, irmão, que aqui também o bonde é pesado."

Na entrevista ao JN, Felipe disse: "Virem atrás de mim, dentro da minha casa, é um nível de perseguição que eu não imaginei que aconteceria. É o tipo de coisa que você vê em filme, vê em série, mas nunca imagina que realmente aconteça", disse Neto. "Você vê em novela. Sabe aquele vilão de novela que você diz assim: 'não existe na vida real'. Mas existe, ele está aí, ele acontece, e estou vendo agora na prática até onde as pessoas são capazes de ir."

A imagem do comunicador que tem de 60 milhões de seguidores nas redes sociais, tem sido criminosamente, em fake news, associada a pedofilia, inclusive com montagens.

"Eu nunca imaginei que fosse passar por isso. Eu nunca dei qualquer margem, ou qualquer suspeita, ou levantei qualquer tipo de insinuação que pudesse levar qualquer pessoa a me associar com esse crime tão perverso, tão odioso, e ver isso acontecendo. As pessoas por não terem nada a falarem sobre mim inventam posts. Pegarem a minha foto e montarem no photoshop posts como se eu tivesse escrito. Aquilo mostra o quão vil é o coração dessas pessoas. O quanto elas estão dispostas a fazer o que quer que seja", disse Neto.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!