Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Expectivas à espera da retomada das prévias do PSDB 

No Estado, são cerca de 900 os credenciados a votar e desses, 200 estão em Belém. Em todo Brasil, segundo o partido, são perto de 45 mil credenciados

Sérgio Chêne

Na tarde desta quarta-feira, 24, a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS), responsável pelo desenvolvimento do sistema de eleição das prévias do PSDB, admitiu, em nota distribuída á imprensa, a possibilidade de ataque de hackers ao aplicativo de votação, o que ocasionou os problemas identificados no último domingo, 21.

Até que se defina uma nova data para a retomada da votação para a escolha do candidato tucano, representantes do partido, no Pará, vivem suas expectativas em torno da nova data para as prévias. No Estado, são cerca de 900 os credenciados a votar e desses, 200 estão em Belém. Em todo Brasil, segundo o partido, são perto de 45 mil credenciados a escolher Eduardo Leite, João Doria ou Arthur Virgílio como candidato à presidência em 2022.

A reportagem do caderno Panorama tentou falar com o presidente do diretório do PSDB, deputado Nilson Pinto, para saber das expectativas sobre a nova data das prévias, mas não conseguiu, assim como tentou contato com o ex-prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro. A deputada tucana Cilene Couto não quis falar, informou a assessoria, já Ana Cunha esteve impossibilitada devido agenda de trabalho.

O vereador Mauro Freitas, líder da legenda na Câmara Municipal de Belém, espera que a votação seja liberada de acordo com orientação do partido em nível nacional. “Minha expectativa que foi dada pelo nosso presidente nacional Bruno Araújo é que a votação seja liberada domingo. Por sermos detentor de mandato, temos um peso maior, e acho que o Doria tem uma vantagem maior”, disse.

“Acho que essa votação possa ser até antes de domingo, mas acredito num resultado apertado. Esperamos que todos tenham direito ao voto, as prévias foram feitas para ouvir os filiados”, disse Flexa Ribeiro, ex-senador e coordenador, no Estado do Pará, da candidatura de Eduardo Leite à corrida ao Planalto. Flexa avalia que as prévias deste ano demonstram “um processo de maturação e aprendizado para o PSDB”. Ele criticou a agremiação possuir mais de um milhão de filiados, mas contar com apenas 45 mil credenciados à votação em todo Brasil.

Confiante na vitória do gaúcho Eduardo Leite, o presidente da Juventude do PSDB, Pablo Alves. “Estamos confiantes na vitória do Eduardo. Acreditamos que essa retomada das prévias precisa ocorrer o mais rápido possível. Uma vez que quanto mais tempo se passa o processo corre o risco de perder sua legitimidade”, disse.

Base

“As expectativas não são as melhores, por essa insegurança jurídica causada pelo adiamento do final, considerando que a maioria dos filiados não votaram, o aplicativo utilizado não funcionou e não se tinha alternativa”, declarou Júnior Lira, membro do Diretório Estadual e do Diretório Municipal de São Miguel do Guamá. “Estamos muito ansiosos pelas prévias, estamos na expectativa que todos consigam votar, pois domingo ficou esse sentimento de frustração por não termos conseguido votar no domingo”, frisou Marcus Atayde, integrante do Diretório Estadual.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA