Empresário suspeito de financiar atos golpistas pulou da janela de casa para fugir da prisão, diz PF

Vídeo mostra o dono de restaurante durante os atos de vandalismo em Brasília

Emilly Melo
fonte

O empresário goiano Raif Jibran Filho é um dos oito alvos da operação Lesa Pátria, deflagrada nesta sexta-feira contra os suspeitos de financiar os atos de vandalismo em Brasília, no dia 8 de janeiro deste ano. Segundo fontes da Polícia Federal, ele pulou do segundo andar, pela janela, e fugiu ao ser abordado em sua residência. Com informações do O Globo.

Raif é sócio-administrador de um restaurante em Alto Paraíso de Goiás. Nas redes sociais, circula vídeo gravado por ele durante os atos terroristas. 

“Dia 8, aqui, domingo. Mostrando que o poder emana do povo. Estamos aqui tomando tiro de borracha, gás lacrimogêneo, mas mostrando que essa p* é nossa! (...) É guerra! Quer ser comandado por comunista? Vem pra guerra!”, diz Jibran Filho, no vídeo.

VEJA MAIS

image Pecuaristas de Xinguara, no Pará, usavam PIX de loja de informática para financiar atos golpistas
Depósitos iam para a USA Brasil, loja da cidade que é associada ao empresário Ricardo Pereira da Cunha

image Governador afastado do DF e ex-secretário de segurança são alvos de busca e apreensão da PGR
O pedido teve a autorização do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes

image PF cumpre mandados contra radicais do Pará que apoiaram vandalismo em Brasília
Operação "Última Patrulha" cumpriu oito mandados contra seis pessoas

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA