Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Alepa faz sessão especial pelos 203 anos da ACP

Proposição do deputado Fábio Freitas homenageia a segunda mais antiga associação comercial do Brasil

O Liberal

A Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) fez sessão especial, nesta quarta-feira (20), em homenagem aos 203 anos de fundação da Associação Comercial do Pará (ACP), a segunda mais antiga do Brasil, atendendo solicitação do deputado estadual Fábio Freitas, líder do Republicanos.

Nesse período, a ACP participou de fatos importantes na história do País e do Estado. Contribuiu na elaboração da constituição de 1988, juntamente com a bancada de parlamentares paraenses.

Propositor da homenagem, o deputado Fábio Freitas destacou a importância da ACP para o desenvolvimento do Estado.

“É importante valorizarmos a ACP, a sua história e a contribuição para o desenvolvimento do nosso estado durante mais de dois séculos de atividades e na geração de emprego e renda. Não é fácil se manter em período longo como é o caso da Associação Comercial do Pará. Nós temos a ACP como parceira, juntos discutimos propostas para desburocratizar o sistema público e melhorar o trâmite dos processos”, ressaltou.

Primeira presidente

Fábio Freitas também parabenizou a eleição de Elizabete Grunvald, primeira mulher a assumir o mais alto cargo da instituição para o biênio de 2022-2024.

“Muito feliz em ver uma mulher na presidência, pois a mulher tem plena capacidade com habilidades e talentos que se distinguem dos homens. Desejo sucesso à nova diretoria e o nosso mandato está à disposição”, completou Fábio Freitas. 

Em seu discurso, a presidente Elizabete Grunvald, eleita por aclamação no último dia 21 de março, ressaltou a alegria de estar à frente da instituição e os desafios futuros.

“Assumir a presidência da ACP é uma honra, é um grande desafio também, porque uma entidade com protagonismo histórico que a Associação Comercial tem, reforça o nosso compromisso em melhorar o ambiente de negócios e difundir o empreendedorismo e discutir o que atravanca o desenvolvimento. Defendemos as reformas estruturantes, especialmente administrativa e tributária que o Brasil precisa para gerar um ambiente favorável e a recuperação da competitividade afetada de forma devastadora pelo alto custo Brasil”, afirmou. 

A presidente complementou apontando que os reflexos da crise provocados pela pandemia e pela guerra entre Rússia e Ucrânia têm impactado diretamente o setor produtivo que é o grande protagonista da geração de emprego e renda, sustentáculo do desenvolvimento econômico. Portanto, pediu apoio à Casa de Leis para discutirem ações que venham contribuir com o desenvolvimento do segmento.

“Meus amigos, não há como suportar o peso de um sistema complexo e oneroso para se desenvolver a atividade produtiva e essa Casa é uma aliada importante para viabilização dessas questões e de políticas Públicas para melhores caminhos”, reivindicou Elizabete.

Margem de lucro de 5%

Nesse contexto, o primeiro vice-presidente da ACP, Isan Anijar, relatou a realidade das empresas e solicitou apoio dos parlamentares.   

“Parabenizo a iniciativa da Alepa em homenagear a classe produtiva. A gente precisa da união dos parlamentares para fazer acontecer nas questões que estamos pleiteando. Atualmente, a margem de lucro das empresas é de no máximo 5% e por isso precisamos do apoio político para nos ajudar. Com essa parceria, a classe empresarial tem muito a crescer para fomentar a geração de emprego e renda”, pontuou.  

 A solenidade contou com a presença de políticos, membros da diretoria executiva, representantes de entidades, como o Conselho de Jovens (Conjove), Conselho da Mulher Empresária (CME), Câmaras Setoriais, Sebrae, Senar, Associação Paraense de Supermercados (Aspas), Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Pará (Faciapa), Federação das Associações de Micro e Pequenos Empresas (Fampep), além do deputado delegado Caveira e vereador de Belém, Augusto Santos.

Palavras-chave

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA