Polícia prende acusado de atear fogo em cavalos em Tucuruí

Na casa do acusado foram encontrados carcaças de animais mortos e outros muito feridos

Tainá Cavalcante

Uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar resultou na prisão do acusado de atear fogo em dois cavalos em uma fazenda localizada no quilômetro 48 da Rodovia Transcametá, a 60 quilômetros de Tucuruí. A denúncia foi feita na quinta-feira (07) pelo Abrigo Au Family e o acusado foi preso na última sexta-feira (08).

De acordo com as primeiras informações apontadas pela investigação, o acusado, identificado como Eleison de Souza Andrade, de 44 anos, ateou fogo nos cavalos após os animais entrarem na fazenda sem sua permissão. Um deles, um cavalo macho, não resistiu aos ferimentos e morreu. A outra, uma égua, segue viva, mas gravemente ferida, com risco de morte.

Segundo a Polícia Civil, a prisão do acusado ocorreu durante a Operação "Lágrimas da Meia Branca", que envolveu policiais civis e militares no intuito de combater crimes de maus tratos contra os cavalos atacados. Ao identificarem o endereço do acusado,  mesmo local em que ocorreu o crime, a polícia foi até lá e decretou a prisão.

"Na fazenda, os policiais constataram a prática criminosa e visualizaram carcaças de animais mortos e outros animais bastante feridos. No local, as equipes policiais ainda constataram a prática do crime ambiental de incêndio", afirmou o delegado Rommel Souza, titular da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí.

Na residência do acusado ainda foram encontradas quatro armas de fogo, munições, material proibido de pesca, uma motosserra e uma motocicleta com chassi adulterado. Todos os materiais foram apreendidos.

Materiais foram encontrados na casa do acusado (Ascom Polícia Civil)

A situação foi apresentada na Seccional Urbana de Polícia Civil em Tucuruí, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante. Após o procedimento policial, a Comarca Judiciária de Baião foi comunicada sobre a prisão.

As diligências contaram com a participação de policiais civis da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí, da Delegacia de Polícia de Breu Branco e do Grupamento Tático Operacional de Tucuruí.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA