Polícia Civil fiscaliza 33 estabelecimentos em Salinas e Mosqueiro

E índice de criminalidade está sob controle, diz delegado

Dilson pimentel

Durante fiscalizações como parte da “Operação Verão”, em Salinópolis e distrito de Mosqueiro, a Divisão de Polícia Administrativa da Polícia Civil do Pará fiscalizou, na sexta-feira (2), 39 estabelecimentos comerciais, fechou três e detectou que 33 estavam com alvarás de funcionamento atrasados. As equipes da Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (Demapa) averiguaram denúncias referentes à poluição sonora em sete locais e cinco veículos. 

Nos curta no Facebook para acessar as principais notícias do dia, lives e promoções. Clique aqui

Um registro de crime de Lei Maria da Penha foi feito pelos policiais da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV) na delegacia de Salinas. Não houve autuação pelo crime de alcoolemia.  Na sexta-feira, também foram realizadas onze prisões. Desse total, cinco foram em Mosqueiro e três em Vila dos Cabanos. 

E, na manhã deste sábado (4),o movimento foi tranquilo nos balneários de Salinas e Mosqueiro.  "O fluxo de pessoas está dentro da normalidade. Menos gente na rua. E, na praia, não há registro de denúncias de poluição sonora até agora”, disse o delegado Augusto Leme. “Todo esse movimento está dentro do que foi planejado. Está tudo sob controle, inclusive o índice de criminalidade. Até o momento, temos o melhor índice de crime de alcoolemia dos últimos anos", acrescentou.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA