Homem morre após ser surpreendido por atiradores em carro branco na Sacramenta

Crime aconteceu no bairro da Sacramenta, em Belém

Um homem foi morto com vários tiros na noite desta segunda-feira (03) no bairro da Sacramenta, em Belém. Madson José Silva Barros foi atacado por atiradores que o surpreenderam em carro branco quando ele chegava em sua casa na Passagem São Pedro, por volta das 20h30. Socorrido, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, enquanto a polícia ainda tenta localizar os responsáveis e saber o que pode ter servido de motivação para um assassinato tão brutal: o carro em que a vítima estava ficou parcialmente destruído devido aos tiros.

No local, testemunhas contaram que Madson havia acabado de chegar na casa onde mora com a família quando parou seu veículo, modelo Kia Sorento, antes de entrar na garagem. Nesse momento, um carro, modelo Renault Kwid, passaram pela rua e, de dentro do veículo, dispararam na direção de Madson. Era possível ver marcas de disparos precisos no para-brisas do carro, e do lado da janela esquerda traseira. A janela do motorista foi destruída pelos tiros, e segundo a Polícia, Madson chegou a revidar, disparando de dentro de seu carro. Ferido, o homem tombou, enquanto os atiradores fugiram em alta velocidade em direção à avenida Doutor Freitas. Ao todo, vizinhos contaram terem ouvido pelo menos vinte disparos.

O homem foi socorrido por vizinhos e familiares e levado a um hospital particular na avenida Doca de Souza Franco, de onde os parentes que estavam no local onde Madson foi baleado receberam a notícia de seu falecimento. Como o crime foi na rua logo atrás do prédio da Divisão de Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRCO), a Policia Civil se fez presente muito rapidamente no local e, em questão de minutos, a rua estreita estava tomada de viaturas.

De acordo com o delegado Hennison Jacob, plantonista que atendeu à ocorrência, ainda é cedo para determinar o que pode ter servido de motivação para os assassinos atacarem Madson no meio da rua. Vizinhos comentaram como sabiam pouco da vida do homem, que morava há alguns meses com a família no local. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios da Policia Civil.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA