Homem é feito refém durante tentativa de assalto em Ananindeua

Criminoso foi preso e vítima foi libertada após negociação

Redação Integrada

Um homem foi feito refém na tarde desta quarta-feira, 25, na avenida Zacarias de Assunção, no bairro do Distrito Industrial, em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. O rapaz, que não foi identificado, foi tomado como refém em frente a uma escola pública, a poucos metros da feira da localidade, por volta de 16h30, logo depois que o criminoso tentou assaltar, sem êxito, uma loja de departamentos situada no entorno. A vítima ficou sob a mira de um revólver por cerca de trinta minutos. O criminoso se manteve encostado em um muro e usou a vítima como escudo-humano para garantir que não fosse ferido durante o resgate da vítima.

O criminoso reivindicava a presença da imprensa para fazer a liberação do refém. A via foi interditada nos dois sentidos. Os policiais do 29º Batalhão da Polícia Militar (29º BPM) fizeram o isolamento do local enquanto aguardavam a negociação feita entre o criminoso e a equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também esteve no local dando apoio à negociação.

Centenas de pessoas se aglomeraram na localidade para acompanhar o desenrolar da ocorrência, ignorando, inclusive, a recomendação de isolamento social e não aglomeração estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e autoridades para evitar o contágio do coronavírus.

A vítima se manteve calma durante todo o processo de negociação de rendição do assaltante. O criminoso entregou-se por volta de 17h e foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e roubo com restrição de liberdade. Ele foi levado para a Unidade Integrada Parapaz (UIPP) do Distrito Industrial, onde o caso foi registrado a vítima foi liberdade sem ferimentos.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA