logo jornal amazonia

Delegado amazonense morto: veja o momento em que o segundo envolvido é preso no Maranhão; vídeo

As informações davam conta de que o suspeito estaria num posto de gasolina na saída da cidade, às margens da BR 226, quando foi capturado pela equipe da Polícia Civil e confessou a prática delitiva aos policiais

Fabyo Cruz

Com o apelido de "Louco", Mikael Gustavo de Souza foi preso em Barra da Corda, município da região central do estado do Maranhão, na sexta-feira (4). As informações davam conta de que o suspeito estaria num posto de gasolina na saída da cidade, às margens da BR-226, quando foi capturado pela equipe da Polícia Civil (PC) e confessou a prática delitiva aos policiais.

"Louco" é o segundo suspeito da morte do delegado amazonense Aldiney Goes Alves, assassinado no dia 28 de outubro. Mikael estava foragido desde a noite do crime. A prisão foi confirmada pelo Governador do Pará, Helder Barbalho, em uma publicação nas redes sociais.

VEJA MAIS

image Delegado amazonense morto: segundo envolvido no latrocínio é preso no Maranhão
Governador do Estado, Helder Barbalho, confirma a informação em suas redes sociais

image Delegado amazonense morto: dupla é presa por possível auxílio na fuga de um dos envolvidos no crime
Um homem e uma mulher, que não tiveram os nomes identificados, foram presos pelo crime de favorecimento pessoal. Ambos são investigados

image Delegado amazonense morto: primeiro acusado preso confessa o crime e delata outros envolvidos
Deyvide José dos Santos, preso durante tentativa de fuga no Tocantins, já tem ficha criminal por outros assaltos nos quais agia de modo semelhante, diz delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Walter Resende

Segundo o governador do Estado, equipes da Polícia Civil foram até o local para realizar os trâmites necessários.

Relembre o caso

Aldiney Gomes de Alves estava de férias em Belém com a família. Ele foi baleado dentro de uma farmácia localizada na avenida Senador Lemos. A vítima chegou a ser encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Sacramenta, mas não resistiu

image Delegado do Amazonas morre após ser baleado durante suposto assalto em Belém
O crime ocorreu na noite desta sexta (28), dentro de uma farmácia

image Delegado amazonense morto em Belém: Polícia Civil ouve testemunhas do caso
Aldeney Goes Alves, delegado de Polícia Civil do Amazonas, foi morto na noite de sexta-feira (28); Polícia Civil intensifica investigação para prender os mandantes do crime

Deyvide José Santos, conhecido como "Jereba", foi preso na manhã do dia 30 de outubro pela Polícia Civil (PC), na cidade de Araguaína, Tocantins. Ele foi o primeiro suspeito pelo assassinato do delegado a ser capturado

Deyvide foi transferido para Belém no dia 31 e prestou depoimento na Divisão de Homicídios da capital, ocasião na qual confessou o crime e também deu informações à polícia para identificar e localizar outros criminosos envolvidos, inclusive o comparsa que aparece nas imagens na noite do crime, identificado como Mikael de Souza.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA