Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo de jovem morta em Tribunal do Crime é encontrado em área de mata

Adriana Miranda teve a sentença determinada por integrantes do Comando Vermelho em Igarapé-Miri

Com informações do portal Folha do Progresso

O corpo de Adriana Miranda, de 21 anos, que teria sido executada no último final de semana por integrantes de uma facção criminosa que atua em todo o país e tem ramificações em Igarapé-Miri, foi encontrado em uma área de mata do município nesta quinta-feira (25).

Adriana teria sido morta por um sistema de punição e extermínio próprio das facções conhecido como "Tribunal do Crime". A execução da vítima foi gravada em vídeo que circulou nas redes sociais na última segunda-feira (22). Nas imagens, a jovem é interrogada sobre o paradeiro de Dieliton Rodrigues, o "Didi", que aparece em uma imagem de celular identificada pela Polícia com uma arma. 

Após o interrogatório, a vítima é baleada a queima-roupa. Depois de morta, Adriana teve o corpo concretado no chão. A morte dela teria sido determinada por integrantes do Comando Vermelho, que comanda o tráfico de drogas na região.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA