Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Comerciante é morto com mais de 10 tiros 'por conta de bebida' em Marituba

Pedro Coutinho Coelho Filho, de 38 anos, foi assassinado em frente à loja de material de construção em que mantinha para o sustento da família

Ana Carolina Matos

O comerciante Pedro Coutinho Coelho Filho, de 38 anos, foi assassinato a tiros na tarde desta terça-feira (11), por volta das 16h, no conjunto Beija Flor, no bairro Decouville, em Marituba, na Grande Belém. A vítima foi executada com mais de 10 tiros e morreu no momento em que iniciava mais um turno de trabalho no ponto comercial que mantinha para o sustento da família: uma loja de material de construção, na esquina da avenida Central com a Travessa WE 6.

O assassinato chocou os moradores das proximidades de onde tudo ocorreu, uma vez que "Pedrinho", como era popularmente chamado, era considerado um homem tranquilo e já morava no bairro há mais de 20 anos.

Testemunhas relataram que pelo menos dois homens seriam responsáveis pelos disparos. Eles fugiram a pé após o crime. Pelo menos um suspeito havia sido identificado até a publicação desta matéria.

Uma vizinha, que preferiu não se identificar, conta que o homicídio pode ter sido motivado por vingança, já que a vítima teve um desentendimento por conta de "bebida" no último domingo (9), no Dia das Mães. "Infelizmente as pessoas estão sendo mortas por conta de bobagens", lamentou.

Agentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar estiveram no local e isolaram a área até a chegada da Polícia Civil, que deverá investigar o caso por meio da Divisão de Homicídios.

Muito abalados, familiares da vítima acompanharam todo o trabalho de perícia criminal realizado por uma equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC). Pedro deixou a esposa e duas jovens filhas.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA