Sebrae promove workshop de turismo e negócios em Castanhal

Um momento de conversas e conhecimento sobre os rumos e potencial turístico de Castanhal, marcou o 1° Workshop de Turismo e Negócio promovido pelo Sebrae Castanhal

Patrícia Baía
fonte

Um momento de conversas e conhecimento sobre os rumos e potencial turístico de Castanhal, marcou o 1° Workshop de Turismo e Negócio promovido pelo Sebrae Castanhal, realizado no dia 18 de outubro. E evento reuniu parte do Conselho Municipal de Turismo que é formado pelo Sebrae, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (Semics), Associação Comercial de Castanhal (ACIC), Comunidade Quilombola de Macapazinho, agências de turismo e outras entidades.

O 1° Workshop de Turismo e Negócios teve como palestrantes as jornalistas Christina Hayne, da Federação Nacional de Jornalistas e Comunicadores de Turismo – FebturPA e Dani Filgueiras. O presidente da ACIC, Paulo Moura encerrou a rodada de conversa.

Segundo a gerente do Sebrae Castanhal, Gisele Freitas, o encontro surgiu como uma forma de pensar a governança do Conselho Municipal de Turismo que foi criado em 2021. “Queremos fortalecer o Conselho com mais tomadas de decisões para avançar no turismo de Castanhal. O primeiro passo já demos e foi a partir do mapa do turismo brasileiro quando Castanhal passou para classificação de “C” e isso significa que já tem mais evidências turísticas com equipamentos que ofertam turismo de mais qualidade. As classificações vão da A até a E. Nossa classificação vem ganhando impulso, mas a gente precisa evoluir e com uma governança mais evoluída”, explicou Gisele Freitas.

Castanhal tem diversos potenciais turísticos como as belezas naturais dos igarapés e agrovilas como a de Macapazinho e atualmente vem despontando como um dos municípios do nordeste do estado que mais tem cafeterias e restaurantes. As praças e o comercio são outros pontes fortes do município.

Mesmo com esse potencial, Castanhal ainda é visto como o município de passagem, como explica a jornalista Christina Hayne. “Precisa mudar a forma como Castanhal é vista e parar de ser um roteiro de passagem e virar roteiro de parada obrigatória. Precisa identificar o talento turístico e fazer ele ficar conhecido pelas próprias pessoas que moram aqui e que elas se sintam orgulhosas de ter esses equipamentos turísticos e principalmente fazer com que essas pessoas que passam por aqui tenham curiosidade em conhecer esses talentos turísticos aqui da região.  Isso passa pela organização e mapeamento desses roteiros turísticos”, explicou.

image Christina Hayne: "precisa identificar o talento turístico e torná-lo conhecido de quem mora aqui" (Divulgação/ Wanderley Sousa/ Ascom PMC)

A promoção do turismo é o ponto crucial para que o destino turístico seja conhecido, utilizado e lembrado. “Quem tem essa função, além dos turismólogos e agências de turismo devem ser os profissionais de comunicação social e é ter um canal de comunicação especializado que trabalha de forma criativa esses roteiros. E a gente consegue com o tempo fazer parte de eventos, congressos e vai mudando a aumentando a visibilidade de Castanhal”, disse Christina Hayne.

A jornalista Dani Filgueiras também comentou que Castanhal é bastante conhecido como um local de passagem e que pode e deve atrair , principalmente o viajante que está de passagem para entrar no município. “Mas para isso os empresários de todos os seguimentos precisam estar preparados para atender essas novas pessoas e o uso das redes sociais é uma grande ferramenta para isso”, disse.

image Dani Filgueiras: cidade pode e deve atrair uma permanência maior dos viajantes (Divulgação/ Wanderley Sousa/ Ascom PMC)

Ponto turístico

O tem da Maria Fumaça, que fica localizado na praça do Estrela e o Cristo Redentor, localizado na praça de mesmo nome, são os principais pontos turísticos de Castanhal.

O Cristo Redentor passou recentemente por obras de revitalização e até ganhou uma sala especial para abrigar o Cat- Centro de Apoio ao Turista, gerenciado pela Secult. De acordo com a Coordenadora de Projetos Turísticos, Carla Paiva, desde que a sala foi inaugurada em 10 agosto, já foram registradas as vistas de mais de dois mil turistas. “Lá as pessoas pegam informação sobre hotelaria, bares, restaurante e de outros serviços do município. E são pessoas principalmente vindas das outras cidades da região nordeste e de Belém, porém já tivemos registros de turistas de outros países que passaram pelo Cristo”, informou.

É da praça do Cristo um dos lugares mais bonitos para apreciar o pôr do sol e desde que o monumento foi entregue a população após as obras, o local se tornou o queridinho de quem quer postar o momento especial nas redes sociais. “Esse foi um fato que passamos a observar. A quantidade de pessoas que estão postando fotos no Cristo e isso impulsiona a mais pessoas conhecerem o Cristo Redentor”, cotou Carla Paiva.

Pará
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ