Conheça o médico mineiro que ajudou no parto de seis mil bebês em Barcarena

O médico Ginecologista e Obstetra Renato Schiavini fez carreira na cidade e não se arrepende das escolhas que fez durante a sua caminhada na cidade

Larissa Costa

Médico responsável pelo nascimento de cerca de 6 mil barcarenenses, o mineiro de 66 anos de idade, Renato Schiavini, chegou em Barcarena em dezembro de 1984, com 28 anos, como funcionário do Ministério da Saúde, lotado na Fundação Serviço Especial de Saúde Pública (SESP), para coordenar o início das atividades do novo Hospital da Vila dos Cabanos.

Médico já ajudou a trazer cerca de seis mil bebês barcarenenses (Arquivo Pessoal)

Conhecido pela simpatia e competência, o médico Ginecologista e Obstetra fez carreira na cidade e não se arrepende das escolhas que fez durante a sua caminhada na cidade. O médico, que chegou na cidade há 38 anos, trouxe a esposa Ecila Viana de Castro, paraense de Belém, e o casal de filhos pequenos, Renata, hoje com 43 anos e Ito, que estaria com 39 anos, vítima de um acidente.

O médico compôs o primeiro quadro de médicos do hospital municipal, “que a população se habituou a chamar de Hospital da Codebar (Companhia de Desenvolvimento de Barcarena)”, pontua Renato. As atividades do primeiro hospital de Barcarena iniciaram no ano de 1985 e o médico mineiro esteve à frente do projeto como Diretor do Hospital nos dois primeiros anos de funcionamento.

VEJA MAIS

Nordestina que vive em Barcarena vira personagem de museu
Dona Irene Gomes chegou em Barcarena em 1985 e viveu várias fases na cidade. Hoje sua história está no Museu da Pessoa

Potencial econômico da cidade de Barcarena atraiu o padeiro Josenaldo e sua família
Hoje, o empresário conta com entusiasmo sobre a sua caminhada empreendedora na cidade que escolheu e que o acolheu

Atualmente o Obstetra é responsável pela Clínica Nazaré, onde realiza atendimentos clínicos, além de médico concursado do município na Unidade de Atendimento Especializado e no Centro de Testagem e Aconselhamento, acompanhando pessoas que convivem com Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Renato fez de Barcarena sua morada (Arquivo Pessoal)

A atual posição e endereço fixo foi fruto de uma escolha feita 1987, quando o mineiro já havia se apaixonado pela cidade que o acolheu. “A Fundação SESP me comunicou que estavam me transferindo para trabalhar na Direção do Hospital da Fundação no município de Marabá, mas eu já havia me apaixonado por Barcarena e enxergava no município um potencial muito grande de desenvolvimento". Como a transferência era uma imposição o médico teria que decidir entre o futuro em Barcarena ou Marabá. “Tomei a decisão mais acertada para mim e família: Me desliguei da Fundação e resolvi iniciar uma pequena clínica própria, permanecendo em Barcarena, na Sede no município”, relembra.

Vida em Barcarena

Renato conta com saudosismo e orgulho a história de vida construída na cidade. O médico está entre os moradores que viram as primeiras obras em Vila dos Cabanos, que ainda estava em construção. “Fiquei alojado em um alojamento da Codebar que existia próximo ao prédio do Hospital, posteriormente indo morar em um alojamento da Albras, quando iniciaram a entrega das primeiras casas da Vila dos Cabanos. Uma foi para mim e minha esposa e dois filhos menores”, conta.

A Clínica Nazaré que construiu posteriormente também foi Maternidade, mas a partir de 2017 o Obstetra mudou o perfil da Clínica e investiu em atendimentos ambulatoriais e de diagnóstico, inclusive iniciando parceria com o Laboratórios. São mais de 30 anos de carreira dedicados aos atendimentos de urgência, clínicos e cirúrgicos, principalmente de maternidade.

“Tenho verdadeiro orgulho de ter assistido pessoalmente o nascimento de cerca de 6 mil barcarenenses”, diz Renato Schiavini.

Quase parte das famílias

“O médico da família barcarenense”. Assim se refere a ele uma das pacientes mais antigas do Obstetra, Odinéia Serrão, Servidora Pública. “O doutor se tornou uma das pessoas mais importantes da minha vida. Ele tem um olhar extremamente humanizado para todos os pacientes que atende. Até hoje as consultas são feitas de maneira muito calorosa. Ele sempre te atende abrindo a porta para você entrar e abrindo a porta para você sair. Ele tem um abraço sempre muito afetuoso com todos”, elogia a paciente do médico desde 1991.

Entre as contribuições do médico para o município, está a participação na criação e implantação do Conselho Municipal de Saúde de Barcarena, onde exerceu vários mandatos sendo Presidente do Conselho por dois anos. Na trajetória consta ainda a Gestão da Secretaria Municipal de Saúde, de 1998 a 2000, período em que contribuiu com a implantação das duas primeiras Unidades de Saúde da Família, hoje Estratégias da Família, uma no Castanhalzinho e uma no Bairro Novo.

O médico não pensa em parar de continuar investindo para a melhoraria da prestação de serviços em saúde à população de Barcarena. “Sou um apaixonado por Barcarena, por sua gente, por seu dinamismo de avanços e progresso, por suas belas praias e igarapés. Sou barcarenense de coração e por aqui quero permanecer!”, finaliza.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ