Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Um minério, inúmeros benefícios

Thamyris Assunção

Os minérios estão presentes em praticamente todas as criações humanas. Já é consenso que eles nos auxiliam a ter um dia a dia com maior praticidade, funcionalidade e nos ajudam a evoluir em diversos setores.

Com o caulim não poderia ser diferente. Por ser um minério quimicamente inerte e ter alta plasticidade, ou seja, uma maior capacidade de adaptação em seus usos, o caulim é considerado bastante versátil e retorna para a sociedade em inúmeras aplicações da indústria, sob a forma de produtos que fazem parte do cotidiano das pessoas. A cor branca, sua marca registrada, derivada do baixo teor de ferro em sua composição permite, por exemplo, que o caulim seja utilizado majoritariamente na fabricação de papel (90% da produção brasileira são para esse uso). No papel, o caulim é responsável por dar maior espessura e brancura (papéis brancos) e melhor brilho, mais vivacidade nas cores e opacidade (no caso da aplicação em papéis coloridos utilizados em impressões de materiais como revistas, panfletos etc.). É interessante saber que momento em que você folheia esse fascículo, está tendo contato direto com um produto que possui caulim em sua composição.

Além de ser usado na confecção do papel, o caulim também é utilizado na fabricação de cerâmica (como a porcelana da xícara de chá), de cosméticos, produtos farmacêuticos, tintas e pigmentos (como os encontrados nos lápis de cor). Na produção cerâmica, é o caulim que dá a cor branca às porcelanas das louças da sua cozinha e a história mostra que esse minério já era utilizado com esta finalidade há muitos séculos. 

O caulim também está presente no setor agropecuário. Recentemente, estudos realizados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) comprovaram que o caulim possui propriedades importantes que facilitam a nutrição animal. Uma vez adicionado às rações voltadas para a criação bovina, o minério atua para dar volume e facilitar a homogeneização da alimentação, favorecendo o ganho de peso dos animais e o fortalecimento do sistema imunológico.

Sabe a rotina de skincare (termo que define os cuidados diários com a pele do rosto), bastante popularizada principalmente no último ano entre mulheres e homens? O caulim também pode fazer parte dela. Na produção cosmética, por se tratar de uma espécie de argila atóxica e pouco abrasiva, é utilizado como base de cremes hidratantes, shampoos e sabonetes capazes de promover a limpeza da pele e dos cabelos por meio de remoção profunda das impurezas. Produtos à base de caulim também auxiliam no clareamento natural, na uniformidade e no combate ao envelhecimento precoce da pele. No Pará, a indústria cosmética regional o chama de “argila branca da Amazônia” e foram criadas linhas de produtos específicos à base desse minério.

“O corpo humano precisa muito dos minerais. Então, o caulim, para tratamentos dos cabelos e para peles bem cuidadas, mesmo as mais sensíveis, é excelente e tem efeitos fantásticos. Ele apresenta características especiais: na indústria cosmética, o caulim é extremamente útil devido a sua estrutura fina, leve, que garante propriedades sensoriais delicadas. Pode ser usado em uma infinidade de produtos cosméticos com excelente aceitação. É um minério fantástico para a beleza”, garante a empresária Fátima Chamma, dona da uma empresa cosmética, que utiliza o caulim em sua produção.

Na fabricação de tintas, é o caulim que traz maior pigmentação ao produto, além de maior absorção, durabilidade e maior cobertura. E esses são apenas alguns dos seus benefícios. Nos últimos anos, novos usos estão sendo constantemente pesquisados e desenvolvidos pela indústria para o aproveitamento total e ambientalmente sustentável do minério.

Além da aplicabilidade prática presente na vida de todos, o caulim também é fonte geradora de desenvolvimento socioeconômico para o Estado do Pará. Além de gerar divisas para a economia estadual e fomentar o crescimento regional a partir das commodities e da geração de empregos utilizando mão de obra local, nos municípios onde existe extração e beneficiamento de caulim as comunidades são beneficiadas por projetos que visam promover emprego e renda, educação, saúde e desenvolvimento sustentável. São iniciativas que levam capacitação profissional, ensino e cuidados com a saúde e o meio ambiente para crianças, jovens e adultos.

“Sem a menor dúvida, a grande contribuição do setor mineral para o estado do Pará está na geração de emprego e renda para a população e o desenvolvimento local das comunidades e do entorno das cadeias produtivas que, em geral, estão afastadas da capital e de outros centros urbanos maiores. Estima-se que para cada emprego direto, 13 empregos indiretos são gerados na cadeia produtiva da mineração, com um número estimado de mais de 270 mil empregos gerados no estado do Pará pelo setor mineral como um todo”, afirma o professor Rômulo Angélica.

Palavras-chave

Nosso Minério
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

Últimas de Nosso Minério