Pais matam filho de 2 meses após choro 'atrapalhar' sexo do casal

Bebê foi sufocado pelo próprio pai enquanto a mãe era cúmplice

Redação Integrada

Um bebê de apenas 2 meses foi morto pelos próprios pais após começar a chorar durante uma relação sexual do casal. O caso ocorreu em Staffordshire, na Inglaterra, em 2014. Luke Morgan, 26, e Emma Colle, 22, foram julgados e condenados na última sexta-feira (21).

O pequeno Tyler Morgan foi sufocado propositalmente pelo pai enquanto a mãe era cúmplice, concluiu a investigação. O crime aconteceu porque Luke teria se irritado com o choro do filho enquanto transava com a mulher.

O juiz Michael Chambers revelou, ainda durante o julgamento, que os pais demoraram uma hora para chamar uma ambulância após terem cometido o crime. No hospital, contudo, Tyler não resistiu e faleceu. Resultados de exames mostraram, ainda, que o bebê tinha uma costela quebrada e marcas de mordida pelo corpo.

O pai, Luke, tinha o “hábito” de bater no filho, o que teria gerado várias lesões na criança. Considerados culpados pela morte do bebê, Luke e Emma foram condenados à prisão: ele ficará detrás das grades por oito anos, e ela, por seis. Com informações do portal R7.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!