Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ocb

Entenda a importância das ferramentas de gestão para o desenvolvimento das cooperativas

Programas possibilitam o monitoramento dos processos cooperativistas

Ana Paula Gama

Responsáveis por empregar 280 milhões de pessoas em todo o mundo, as cooperativas têm um papel importante no cenário econômico, já que representam um modelo econômico mais rentável e vantajoso para os cooperados. Visto isso, é cada vez mais necessário que essas instituições invistam em ferramentas de gestão para que ocorra o bom desenvolvimento dos negócios.

Para Ernandes Raiol, presidente da Organização das Cooperativas do Brasil (Sistema OCB/PA), com as ferramentas de gestão, as cooperativas conseguem acompanhar o andamento do mercado e verificar como está o processo de produção e desenvolvimento dos colaboradores.

O presidente do Sistema OCB/PA, Ernandes Raiol, explica que as ferramentas de gestão atuam de maneira positiva nas cooperativas (Divulgação/OCB)

Desta maneira, é possível entender o que a instituição precisa melhorar para continuar competitiva no mercado. “Lembrando que a cooperativa precisa pensar como empresa, sem deixar de ser cooperativa, e precisa estar sempre antenada com os cumprimentos dos princípios cooperativistas”, explica Raiol.

O gestor ressalta que um dos focos das cooperativas é o interesse pelo bem de todos e pelo desenvolvimento de ações que possibilitem a melhoria da qualidade de vida dos colaboradores e seus familiares.

VEJA MAIS

Qualificação profissional se tornou grande estratégia para cooperativas
Cooperativas apostam em especializações para sair à frente dos concorrentes

Cooperativismo de crédito mantém crescimento acelerado no Brasil
Banco Central aponta crescimento significativo no setor de cooperativismo de crédito nos últimos cinco anos

Cultura cooperativista

Sistema OCB atua em conjunto com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Pará (Sescoop/Pa), que promove a cultura cooperativista e o aperfeiçoamento da gestão para o desenvolvimento das cooperativas paraenses.

Além dos módulos sobre cooperativismo, o Sescoop fornece para as cooperativas diversos cursos, entre eles, noções básicas, conselho fiscal e governança cooperativa. Há também capacitações voltadas para as atividades finais das instituições.

“Por exemplo, cooperativas de agropecuária podem solicitar boas práticas de manuseio de alimentos. Já as cooperativas de reciclagem, solicitam cursos de segurança no trabalho. O Sescoop oferta qualquer tipo de capacitação para as cooperativas desde que esses cursos possam auxiliar na prestação dos serviços”, afirma Ernandes Raiol.

Todas essas capacitações são realizadas por meio da plataforma CapacitaCoop, que é totalmente gratuita para as cooperativas e seus cooperados.

Programas

De acordo com o presidente, o Sescoop também possui programas como o Cooperjovem, que trabalha o desenvolvimento da cultura cooperativista na educação básica do 1º ao 9º ano. “O Sescoop capacita os professores para que eles possam promover a interdisciplinaridade com os assuntos que eles passam para os alunos”, acrescenta.

Além disso, há o programa Dia de Cooperar, ação voltada para a responsabilidade socioambiental e promoção da cultura cooperativista a partir do voluntariado.

A Sistema OCB tem um papel de representação política e institucional e foi criado com o objetivo de poder direcionar o trabalho das cooperativas. Para saber mais sobre a instituição, clique aqui.

 

Ocb
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!