Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Endoscopia: saiba como é realizado o exame e quais doenças identifica

Procedimento é recomendado para quem tem problemas gastrointestinais

Ana Paula Gama

A endoscopia é um exame recomendado para detectar alterações que podem surgir no trato gastrointestinal. Na prática clínica, há dois tipos mais comuns do procedimento, que são: videoendoscopia digestiva alta e videocolonoscopia.

De acordo com a gastroenterologista Maria Cristina Torres, que atua no Hospital Beneficente Portuguesa desde 2011, a Endoscopia Digestiva Alta (EDA) avalia o esôfago, estômago e duodeno. Já a colonoscopia ou endoscopia digestiva baixa, examina o cólon, popularmente conhecido como intestino grosso.

Equipe de endoscopia da Unidade D. Luiz I é coordenada pelos médicos Cristina Torres e Mario Homma (Arquivo pessoal)

A EDA detecta as seguintes doenças: refluxo gastroesofágico; esofagite; gastrite; duodenite; varizes de esôfago; úlceras e tumores benignos e malignos.

“Os exames de EDA e colonoscopia são realizados em crianças e adultos, mediante sedação endovenosa e monitorização dos sinais vitais, com o intuito de oferecer segurança e conforto aos pacientes”, explica a médica.

VEJA MAIS

Entenda as causas e consequências da trombose
Doença pode ser congênita ou adquirida e prejudica a circulação do sangue

Cirurgia bariátrica: quem pode fazer, tipos e riscos
Procedimento cirúrgico é realizado no estômago e visa a redução de peso

Procedimento

Para realizar a endoscopia digestiva alta, é necessário o uso de um spray anestésico na garganta e jejum de alimentos sólidos de, no mínimo, oito horas, pois o estômago deve estar completamente vazio para que ocorra a visualização adequada e seja evitado o risco de broncoaspiração.

No caso da colonoscopia, há a necessidade de um preparo para a limpeza do intestino. “O paciente deve comparecer com um acompanhante adulto e não deve dirigir nas primeiras 12 horas após a sedação. Dependendo da indicação, os exames são acompanhados por equipe anestésica especializada”, afirma a gastroenterologista.

Riscos

A médica Maria Cristina também informa que a endoscopia digestiva é um procedimento bastante seguro, desde que sejam cumpridos os critérios necessários para a sua realização. Porém, como envolve sedação, existem alguns riscos, são eles:

- Cardiopulmonares;

- Arritmias;

- Reações alérgicas, principalmente em pacientes portadores de doenças prévias, que devem ser acompanhados por médico anestesiologista.

“Outros riscos menos frequentes são sangramento (após biópsias ou ressecção de pólipos), perfuração e infecções”, acrescenta a gastroenterologista.

A seguir, confira para quais sintomas digestivos a endoscopia é recomendada:

- Azia;

- Refluxo;

- Náuseas;

- Vômitos;

- Dificuldade de engolir;

- Dores abdominais;

- Perda de peso sem motivo aparente;

- Anemia;

- Hemorragias digestivas altas e baixas;

- Alteração do hábito intestinal.

“Há contraindicações absolutas para pacientes em choque, infarto agudo do miocárdio, peritonite, perfuração aguda e colite fulminante”, revela a especialista.

Serviço de endoscopia da Beneficente Portuguesa

A equipe do serviço de endoscopia do complexo hospitalar da Beneficente Portuguesa é composta por duas equipes de especialistas. Na Unidade D. Luiz I, é coordenada pelos médicos Mario Homma e Cristina Torres. Já na Unidade São João de Deus, tem a coordenação do médico Leonardo Vallinoto, junto aos médicos Rodrigo Alencar, Igor de Oliveira Martins e Isabela Klautau Borges.

Médico Leonardo Vallinoto coordena o serviço de endoscopia da Unidade São João de Deus, do Hospital Beneficente Portuguesa (Divulgação/Beneficente Portuguesa)

O procedimentos realizados no Complexo Hospitalar da Beneficente Portuguesa são:

- Endoscopia;

- Colonoscopia;

- Broncoscopia;

- Dilatação;

- Ligadura;

- Ecoendoscopia alta;

- Ecoendoscopia baixa;

- Ecoendoscopia com punção por agulha;

- Retossigmoidoscopia flexível;

- Colocação de balão;

- Retirada de balão;

- Gastrostomia;

- Colangeopancreatografia.

Para saber mais sobre os serviços da Beneficente Portuguesa, clique aqui.

Beneficente Portuguesa
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!