Remo desembarca em silêncio e sem presença da torcida após derrota no Acre

Leão perdeu por 2 a 1, de virada, para o Atlético-AC em Rio Branco e precisará vencer por dois gols de diferença em Belém para seguir vivo na Copa Verde

Redação Integrada

O silêncio foi um marco do desembarque da delegação do Remo em Belém após a derrota de virada, por 2 a 1, para o Atlético Acreano em Rio Branco (AC). Nem mesmo a torcida esteve presente no aeroporto da capital paraense para protestar.

LEIA MAIS

Após revés para o Atlético-AC, qual foi a derrota mais frustrante do Remo na Copa Verde?

Na estreia de Eudes Pedro, Remo perde para o Atlético-AC e se complica na Copa Verde

Para continuar na Copa Verde, Remo precisa reverter mais um placar negativo em jogos de ida

Os jogadores desceram da aeronave e foram direto para o ônibus para evitar qualquer contato visual no saguão do aeroporto. O único atleta azulino que passou pelo local foi o meia Eduardo Ramos, que deixou o ônibus para ir embora do aeroporto em um carro particular, sem falar com a imprensa.

Delegação saiu da aeronave direto para o ônibus do clube (Via Whatsapp)

Por conta da derrota no Florestão, o Remo precisará vencer o jogo da volta contra o mesmo Galo Carijó por dois gols de diferença para avançar às semifinais da competição. O jogo decisivo será às 15h do domingo (15), no Baenão, em Belém. Os ingressos foram precificados em R$ 20 para arquibancadas e R$ 40 para as cadeiras cativas, em uma carga de mais de 13 mil bilhetes.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!