Novo treinador do Remo é apresentado e diz: 'Quero um time bastante ofensivo'

Eudes Pedro comandou o primeiro treinamento com a equipe azulina

Fabio Will

A manhã desta quinta-feira (29), foi de apresentação no estádio Evandro Almeida. O Remo apresentou o novo treinador para o restante da temporada e já pensando no próximo ano. Eudes Pedro, de 53 anos, falou sobre a nova careira, projetos para o Remo e a decisão de ser treinador após anos sendo auxiliar.

LEIA MAIS

Ex-Santa Cruz, lateral direito desembarca em Belém para assinar contrato com o Remo

O modelo de imposição tática de Eudes Pedro como técnico do Remo

Motivado, lateral-direito fala como novo jogador do Remo

Eudes foi auxiliar do técnico Cuca, ex-Remo, que hoje está no São Paulo. O agora treinador, terá a chance de iniciar a carreira no clube em que o amigo iniciou.

“A felicidade é imensa de estar no Remo. Desde fevereiro quando deixei o Santos, acabei a licença da CBF e fiquei estudando propostas. Tive essa decisão de ser treinador há dois anos e quando o Remo me chamou, não tive dúvida. O contato que eu tenho com a torcida 9do Remo) é maravilhoso, estou vindo bem indicado por alguns treinadores, mas isso não dá a condição de chegar e ser bem sucedido. O sucesso vai estar dentro de campo e os resultados que vão dizer”, comentou.

Estilo de jogo

Com passagens no Atlhetico-PR, Coritiba-PR, Botafogo-RJ e Santos-SP, o novo comandante azulino falou de como quer que o Remo atue dentro de campo, e frisou a importância de ser intenso ofensivamente.

“Tenho um estilo de jogo ofensivo, parecido com o do Cuca. Foram quase 15 anos juntos, trocando ideias O esquema de jogo vamos definir conforme o adversário, mas o modelo de jogo eu não abro mão. Quero um time bastante ofensivo e brigando pela bola o tempo todo. Os meus trabalhos são todos direcionados, hoje já começamos esse tipo de atividade”, disse.

O Remo

Na nova função e em um novo clube, Eudes explicou os motivos de ter escolhido o Remo para trabalhar e espera que o clube seja a sua casa por um período grande e de conquistas.

“É um clube sério, honesto, que possui dificuldades como qualquer outro. O meu primeiro desafio é fazer com que o time jogue com a cara da torcida. Já falei com os atletas que quero o time jogando desse jeito. Só quero sair daqui quando estiver na Série A do Brasileiro. Tinha alguns projetos, mas quando surgiu o Remo eu não tive dúvida, primeiro por ser uma grande equipe, possui boa estrutura e por ter um presidente que está tentando resgatar o clube e que esteja em dia com suas obrigações”, falou.

Categorias de Base

Eudes disse que a base do clube será bem melhor avaliada e que quer gerenciar essa parte do clube junto da diretoria.

“Gosto de trabalhar com garotos. Futebol não tem idade. Se um menino de 16 anos joga bola, ele vai atuar comigo. Não ou esperar ele ter 20 anos para ser jogador de futebol. Eu quero gerenciar ao lado do presidente a base. Isso faz parte do nosso projeto”, salientou.

Ex-treinador

O novo técnico azulino comentou que pretende utilizar boa parte do “legado” deixado pelo ex-comandante Márcio Fernandes. Para ele, o que o Márcio fez foi relevante e merece ser exaltado.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!