Paysandu vence o Remo por 2 a 1, entra no G4 e completa a sétima partida sem perder no clássico

O triunfo bicolor se estabeleceu com gols de Nicolas e Uilliam

Nilson Cortinhas

O Paysandu venceu o Remo no clássico válido pela quarta rodada do Campeonato Paraense 2020, por 2 a 1. Os gols bicolores foram de Nicolas e Uilliam, este, de pênalti. O Remo chegou a empatar com um tento de Jackson. 

VEJA COMO FOI A PARTIDA LANCE A LANCE

Com o resultado, o Papão sobe para a terceira posição do certame estadual. Os azulinos caem para a quarta posição. Os líderes são Paragominas e Castanhal, respectivamente, primeiro e segundo colocados. Todos as equipes, entretanto, tem nove pontos. A colocação é baseada nos critérios de desempate. Apenas os quatro primeiros se classificam para as semifinais do Parazão. 

Na próxima rodada, o Paysandu pega o Paragominas, no estádio da Curuzu. Já o Leão vai encarar o Águia. Antes, porém, tem um compromisso pela primeira fase da Copa do Brasil. Contra o Frei Paulistano-SE, quarta-feira, 12. 

Primeiro Tempo 

A surpresa da escalação de Hélio dos Anjos foi Perema como lateral-direito. Perema resguardou o setor e liberou o outro lateral, Bruno Collaço, para o ataque. Pelo menos, até os 10 minutos, o Paysandu assumiu a postura ofensiva. E insistiu na velocidade e habilidade de Vinícius Leite, anulado por Rafael Jansen, porém. Além disso, a voluntariedade e boa fase de Nicolas auxiliaram a pressão inicial alviceleste. Ainda assim, o Papão rondou a zaga azulina, mas não foi efetivo. Um dos problemas foi que os bicolores não acertaram na armação no setor de meio-campo. E rapidamente, porém, a equipe perdeu espaço e o cenário do jogo mudou. 

O Remo, que até então, havia priorizado a defesa, foi rápido nos contra-ataques e nas respostas. Aos 13, após falta central, Charles bateu forte e Paulo Ricardo espalmou - o goleiro substituiu Gabriel Leite, liberado em função do falecimento do seu pai. Aos 17, Douglas Packer tentou um chute colocado. A bola explodiu na barreira. Dois minutos depois, Ronaell finalizou para fora em um lance lateral.  

A partir dos 20 minutos, a qualidade da partida caiu drasticamente. E os lances mais perigosos se restringiram a chutes de fora da área. O gol viria a sair de uma bola parada. Aos 31 minutos, após cobrança de escanteio,  Uilliam subiu e cabeceou para o meio da área. Nicolas desviou com perfeição e marcou o primeiro gol. 

Aos 43, falha no sistema de zaga bicolor. A equipe conseguiu tomar gol oriundo de um arremesso de lateral, cobrado por Jansen.  Ele colocou a bola na área, Micael afastou nos pés de Jackson, um presentão, que chutou no canto de Paulo Ricardo e igualou o marcador. 

Jackson marcou o gol azulino (Akira Onuma)

Segundo Tempo 

Na etapa final, o treinador Rafael Jaques fez uma alteração para ganhar o jogo. Colocou Ermel na vaga do apagado Wesley. Aos quatro minutos, Ermel cruzou de forma perfeita. Jackson cabeceou para fora, porém. O lance foi pela direita , quando Perema começou a ter dificuldades como lateral-direito. Errou lances simples em sequência, bem como se equivocou em posicionamento. Ermel aproveitou a instabilidade e atuou no setor. 

O Papão só equilibrou a partida marcando sob pressão e tentando controlar os lances no setor de meio-campo. Nicolas deu uma caneta em Xaves e bateu, de fora, da área, mas a zaga interceptou. Aos 16, Nicolas foi derrubado na grande área por Jackson. Pênalti. Na cobrança, Uilliam colocou o Paysandu na frente: 2 a 1.

De pênalti, Uilliam marcou o gol da vitória bicolor (Fábio Costa)

Aos 21, o Leão respondeu. Bate rebate terminou com chute, por cima, de Ermel. Aos 36, após a zaga bicolor tirar uma bola área, Robinho concluiu na trave esquerda de Paulo Ricardo. Na sobra, Jansen bateu cruzado e ninguém finalizou. Para amenizar a pressão azulina, Hélio deu ordens para o time tocar a bola e encontrar espaços vazios. Por isso, colocou o armador Alex Maranhão, bem como o velocista Deivid Souza. O Remo não teve reação e chutou bolas de fora da área, no desespero. A vitória bicolor se consumou.         

 

Ficha Técnica 

Paysandu 2 x 1 Remo

Re-Pa de nº 752

Campeonato Paraense

4ª Rodada - Fase de

Classificação

Local: Estádio Mangueirão 

Renda: R$ 716.830,00
Público: 26.152 (pagantes), 4.488 (não pagantes) e 30.640 (total)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira - Fifa/SP

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Danilo Ricardo Simon Manis

Quarto árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso

Clube do Remo - Vinícius, Rafael Jansen, Fredson, Mimica e Ronaell; Xaves, Charles (Gelson), Robinho e Douglas Packer (Hélio); Wesley (Gustavo Ermel) e Jackson. Técnico: Rafael Jaques 

Paysandu - Paulo Ricardo, Perema (Netinho), Wesley Matos, Micael e Bruno Collaço; PH, Serginho (Alex Maranhão) e Anderson Uchôa; Nicolas, Vinícius Leite e Uilliam (Deivid Souza): Técnico: Hélio dos Anjos  

Cartões amarelos: Perema, Wesley Matos, Serginho, Netinho, Paulo Ricardo, Anderson Uchôa, Bruno Collaço, Alex Maranhão (PSC); Charles, Robinho, Fredson, Ronaell, Jackson (R).

Gols: Vinicius, Jackson, William.

Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES