Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paraenses conquistam número histórico de medalhas nas Paralimpíadas Escolares de 2021

Estado termina com a melhor colocação entre os demais da região norte

O Liberal

O Pará encerrou a participação nas Paralimpíadas Escolares na última sexta-feira (26), em São Paulo, com a terceira posição no quadro geral. Ao todo, foram 62 medalhas, 23 de ouro, 28 de prata e 11 de bronze. Além disso, os paratletas também colocaram o estado no topo da região norte. 

Um dos destaques paraense foi o jovem Pietro Yuri Souza, de 17 anos, no parabadminton. De acordo com a Agência Pará, ele conquistou duas medalhas, uma de ouro e outra prata. Para o estudante, terminar a competição com esse resultado é muito representativo. 

“Estar aqui hoje é muito importante para mim, que tenho deficiência. Através do esporte eu estou levando felicidade para minha família. Eu confesso que não estava tão confiante, mas a esperança era grande. Deus sabe o que faz e graças a Ele eu consegui a medalha de ouro”, declarou Pietro. 

No atletismo o Pará ficou em segundo lugar geral, atrás apenas dos donos da casa, que tem um número maior de atletas. Os competidores conquistaram medalhas em quase todas as modalidades. 

"É uma sensação muito boa estar com essa medalha, que eu dedico a todo o nosso estado do Pará, a minha mãe e a todos os nossos professores. Isso é um sonho que está sendo realizado, pois para estar aqui foi muita garra e persistência dos meus professores, da minha família e minha. Mas tudo valeu a pena”, disse o estudante Lucas Costas, que voltou para Belém com dois ouros no atletismo. 

Outro estudante medalhista foi nadador Wesley Monteiro, que conquistou cinco medalhas, uma de ouro, duas de prata e duas de bronze. O jovem paratleta ficou muito emocionado com o resultado.  

“Eu nunca pensei em voltar para Belém com tudo isso de medalha. Estou muito orgulhoso. Este foi meu último ano na categoria estudantil e estou aproveitando para fazer bonito. Essas medalhas são reflexo de toda força que meus treinadores e a minha família tiveram comigo, me incentivando a não desistir. Agora vou ficar nos jogos adultos. Treinar e treinar até a próxima competição”, ressaltou o jovem. 

Realizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), as Paralimpíadas Escolares ocorrem desde 2009. Esta edição foi uma das maiores, com mais de 900 atletas de 25 unidades federativas e 13 modalidades. 

 

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES