Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ex-campeão do peso-pena do UFC, José Aldo diz que aposentadoria ‘está bem próxima’

‘Campeão do Povo’, como ficou conhecido, quer conquistar mais um cinturão no Ultimate para poder encerrar a carreira no MMA

Aila Beatriz Inete

Ex-campeão do peso-pena do UFC e próximo de chegar a mais uma disputa de cinturão, desta vez pela categoria dos galos, José Aldo já pensa em pendurar as luvas. Em entrevista ao Combate, o lutador disse que pretende seguir a projeção que fez para o técnico Dedé Pederneira de que iria se aposentar aos 35 anos com dois cinturões conquistados. 

“Lá no começo eu disse ao Dedé que aos 35 anos seria campeão e iria me aposentar. Por isso, eu digo que está bem próxima a minha aposentadoria, mas eu dizia que sairia como campeão. Então, pode colocar o Merab [Dvalishvili], que é um cara duro, bem ranqueado e que ninguém quer lutar, que eu vou vencê-lo; depois eu vou conquistar o título, porque já estava escrito”, contou o lutador. 

Aldo é natural do Amazonas. Foi dominante na categoria dos penas até perder para Conor McGregor. Os anos como “Campeão do Povo”, apelido do lutador, foram o suficiente para que o brasileiro seja considerado o maior peso-pena da história do UFC. E agora, na divisão de baixo, José está muito próximo de conseguir uma disputa pelo cinturão. 

VEJA MAIS 

José Aldo reage a desafio de Popó e avisa: ‘Não faço luta de exibição’
Ex-campeão do UFC sugeriu um combate no kickboxing e chancelado em uma liga profissional

Treinador de Popó, Ulysses Pereira comenta sobre possível luta do ex-pugilista contra José Aldo
O técnico gostou da atuação do tetracampeão mundial, mas reconheceu que o duelo contra o ex-campeão do UFC será mais dificil

Na entrevista, o amazonense contou que os planos era ser duplo-campeão, no peso-pena e nos leves. Mas isso mudou quando ele sentiu necessidade de descer de categoria. 

“A gente caiu pro peso-galo e estamos prestes a disputar o título nessa categoria. Eu comecei lutando nos 60kg, e achei que nunca iria voltar a bater esse peso. Agora eu vou terminar aqui, que foi onde eu comecei a minha carreira”, declarou Aldo. 

O brasileiro vem de três vitórias seguidas na organização. No momento, o lutador se prepara para enfrentar Merab Dvalishvili, no UFC 278, no dia 20 de agosto. Segundo ele, o camp está ótimo e só estão “fazendo alguns ajustes”. 

“Estamos treinando principalmente a parte física, porque acreditamos que a luta será muito agarrada. Eu sempre falo que a melhor defesa sempre leva vantagem sobre o ataque. E esse é o meu ponto mais forte sobre o ponto forte dele. Eu vejo essa luta sendo bem tranquila, porque o que ele vai propor a mim eu já estou acostumado a fazer há anos, e até de olhos fechados eu consigo desenvolver”, disse o lutador. 

Mesmo ainda ativo no MMA, José Aldo tem dado mais atenção para outras modalidades, como o boxe, uma de suas especialidades e paixão. O lutador é o atual treinador da Seleção Brasileira de boxe. E no momento, o principal objetivo do ex-campeão é voltar a ter um cinturão. 

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes)

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES