'Eu mordi porque queria matá-lo', revela Tyson sobre Holyfield

Ele ainda completa: "não, nunca vou fazer isso outra vez, mas pode ser que eu faça"

Redação Integrada

O lutador de boxe Mike Tyson contou que pensou em matar o adversário Evander Holyfield, antes de morder o lutador e arrancar parte da orelha do oponente, em uma luta que o desclassificado em 1997.

Prestes a voltar aos ringues, aos 54 anos, em uma luta no dia 28 de novembro contra Roy Jones Jr, de 51 anos, Tyson falou que Holyfield tirou sua concentração. “Eu mordi porque queria matá-lo”, revelou o ex-campeão mundial dos pesos pesados. Ele também contou que perdeu o foco na luta por conta dos socos de Evander.

“Eu estava maluco com os socos na minha cabeça e tudo mais. Eu realmente perdi o foco da luta. Ele me tirou da minha estratégia”, lembrou.

Tyson contou o que sentiu na ocasião: “Olha só, por bem ou por mal, não vou deixar ninguém tirar a minha glória. Vou encarar com tudo que posso’. E foi o que eu fiz. Assumo a minha responsabilidade por isso. Foi a minha glória e assumi a minha responsabilidade”.

Ele ainda completa: "não, nunca vou fazer isso outra vez, mas pode ser que eu faça. Se ele voltar a fazer o que ele fez para levar a mordida, eu morderia outra vez, sim”.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES